Esportes Com 3 anos de atraso, brasileiro ganha bronze no Mundial de Levantamento de Pesos

Com 3 anos de atraso, brasileiro ganha bronze no Mundial de Levantamento de Pesos

Uma grande notícia para o levantamento de pesos do Brasil. A Federação Internacional de Levantamento de Pesos (IWF, na sigla em inglês) comunicou neste final de semana que o usbeque Djangabaev Rustam, que havia conquistado medalha no Mundial da modalidade, foi oficialmente desqualificado da prova. Com isso, o brasileiro Fernando Reis herdou o bronze e passa a ser o primeiro medalhista da história do País em Mundiais Adultos.

No dia 30 de maio de 2018, Fernando Reis somou 436 quilos entre arranco e arremesso na categoria +109kg. O atleta desqualificado fez a marca de 447 quilos. O georgiano Lasha Talakhadze somou 474 quilos, ficando com o ouro, enquanto que o armênio Gor Minasyan fez 450 quilos, conquistando a prata.

"Fico feliz em conquistar essa medalha para o Brasil. Primeira medalha em Campeonato Mundial Adulto. Um momento histórico para a modalidade. Serve de estímulo para continuar treinando e representar o Brasil nos Jogos Olímpicos", disse o atleta.

O paulistano Fernando Reis completou 31 anos recentemente, no último dia 10. Conquistou três medalhas de ouro em Jogos Pan-Americanos (Guadalajara-2011, Toronto-2015 e Lima-2019), dominando o cenário nas Américas. Ele é uma das grandes esperanças de pódio nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O Brasil jamais ganhou uma medalha em Olimpíadas. Atualmente, ele mora e treina nos Estados Unidos.

"A medalha de bronze de Fernando Reis significa muito para a nossa modalidade. Serve para motivar os nossos jovens atletas e ajudar em um crescimento ainda maior do levantamento de pesos do Brasil", disse o presidente da Confederação Brasileira de Levantamento de Pesos (CBLP), Enrique Montero Dias.

A entidade anunciou que irá marcar, oportunamente, uma cerimônia de premiação ao pesista brasileiro, onde será entregue oficialmente a sua medalha.

Últimas