Cinemas, bares e até o Corinthians são opções para ver o Super Bowl no domingo

A NFL, liga de futebol americano dos Estados Unidos, continua em alta no Brasil e ganha cada vez mais fãs. O Super Bowl, grande final da competição, costuma ser a porta de entrada para quem começa a acompanhar o esporte. E não são poucos os lugares que concentram pequenas multidões para acompanhar a final, desta vez protagonizada por Kansas City Chiefs e San Francisco 49ers, neste domingo, a partir das 20 horas (de Brasília).

A demanda é tão alta que o Super Bowl será transmitido em salas de cinema por todo o Brasil, em tradição que vem crescendo nos últimos anos. A ação é uma parceria da ESPN, emissora oficial da NFL no País, com o Cinelive. Os locais de exibição estão no site http://www.cinelive.com.br/programacao/evento/85/super-bowl-liv.html, onde também é possível comprar ingressos.

Quem deseja um clima mais descontraído, com música, petiscos e drinks para assistir ao Super Bowl, também terá diversas opções na cidade de São Paulo. Uma delas é a sede do Corinthians, no Parque São Jorge (rua São Jorge, 777). No salão nobre do espaço vai ser colocado um telão e a entrada, a partir das 17 horas, será franca.

Vários bares e lanchonetes também colocarão telões à disposição do público. Um desses locais é o TGI Fridays Center Norte (Travessa Casalbuono, 120, Vila Guilherme). Na Vila Madalena, o Boteco Todos os Santos (Rua Aspicuelta, 585) e o Democraft Beer (Rua Delfina, 42), entre outros, vão dedicar o domingo ao Super Bowl. Nesses estabelecimentos, a entrada também será gratuita.

SHOW DO INTERVALO - Este ano, a NFL comemora a 100.ª temporada e o show do intervalo terá como atrações as cantoras Shakira e Jennifer Lopez. "Não fica maior que isso! Muito animada para estar no palco do intervalo do Super Bowl", escreveu Shakira, quando teve o seu nome confirmado.

A colombiana também vai aproveitar a apresentação como uma maneira de festejar o seu aniversário de 43 anos. Shakira considera importante participar do maior evento com transmissão pela televisão dos Estados Unidos (no ano passado, o Super Bowl foi assistido por 98,2 milhões de espectadores) por ser uma oportunidade de difundir a cultura latino-americana.

A escolha de Shakira e a de Jennifer Lopez, norte-americana filha de porto-riquenhos, para se apresentarem no Hard Rock Stadium tem um motivo: Miami concentra uma grande comunidade latina.