Esportes Cidades do Japão desistem de planos para abrigar atletas olímpicos

Cidades do Japão desistem de planos para abrigar atletas olímpicos

OLIMP-TOQUIO-ABRIGAR-ATLETAS:Cidades do Japão desistem de planos para abrigar atletas olímpicos

Reuters - Esportes

Por Eimi Yamamitsu e Ju-min Park

TÓQUIO (Reuters) - Dezenas de cidades do Japão desistiram de planos para abrigar atletas olímpicos por temerem que eles sobrecarreguem os recursos médicos já limitados em meio a uma quarta onda de infecções de coronavírus, noticiou o jornal Nikkei nesta quinta-feira.

Quarenta de mais de 500 cidades pequenas registradas para receber competidores estrangeiros decidiram não aceitar atletas para campos de treinamento e intercâmbios culturais antes da Olimpíada de Tóquio, disse o jornal, citando uma fonte do governo.

A relutância de algumas cidades para acolher atletas visitantes, normalmente uma fonte de orgulho para comunidades de fora da cidade-sede, é o sinal mais recente da preocupação crescente no país com a realização dos Jogos no meio de uma pandemia.

A Olimpíada de Tóquio 2020 foi adiada no ano passado e foi reagendada para acontecer entre 23 de julho e 8 de agosto deste ano, apesar de uma disparada de infecções e um estado de emergência na capital japonesa.

Outras regiões que deveriam receber atletas também foram atingidas duramente, entre elas Chiba, município do leste onde a equipe de atletismo dos Estados Unidos deveria ter um campo de treinamento, mas cancelou os planos.

Shiro Hasegawa, autoridade da cidade de Okuizumo, disse que não é mais possível receber o time de hóquei da Índia para um treinamento pré-Jogos, como planejado.

"Existem questões de tempo e custos limitados, e é impossível ter atividades de intercâmbio entre moradores e atletas", explicou ele à Reuters.

(Por Eimi Yamamitsu, Ju-min Park, Sakura Murakami)

Últimas