Esportes Ceará e Bahia revivem a final da Copa do Nordeste na Arena Castelão

Ceará e Bahia revivem a final da Copa do Nordeste na Arena Castelão

Depois de 40 dias após decidirem a Copa do Nordeste de 2021 em um segundo jogo que terminou com uma briga generalizada, Ceará e Bahia voltam a se encontrar nesta quinta-feira, às 16 horas, desta vez pela quarta rodada do Brasileirão. Ambos venceram em suas estreias, mas depois conheceram a primeira derrota e o primeiro empate e por isso, buscam a reabilitação para seguirem na parte de cima da tabela.

Os dois rivais nordestinos têm os mesmos quatro pontos. O Bahia venceu o Santos por 3 a 0 na estreia, depois empatou com o Red Bull Bragantino por 3 a 3 e na rodada passada perdeu para o Internacional por 1 a 0, em Salvador. Do outro lado, o Ceará, na primeira rodada, bateu o Grêmio por 3 a 2, perdeu para o Santos na sequência por 3 a 1 e no último final de semana ficou no empate sem gols com a Chapecoense, fora de casa.

O clássico entre Ceará e Bahia foi um dos que mais cresceram no Nordeste nos últimos anos. Afinal, foram os dois times que decidiram as duas edições da Copa do Nordeste. Em 2020, o título ficou com o representante cearense e neste ano, o troféu ficou nas mãos dos baianos.

O técnico Guto Ferreira contará com três novidades para armar o Ceará. O zagueiro Luiz Otávio, o volante Fabinho e o atacante Mendoza foram liberados pelo departamento médico e já participam dos trabalhos com bola normalmente. Apesar dos retornos, Oliveira seguiu no meio-campo ao lado de Fernando Sobral. Ele, inclusive, abandonou o clima de revanche e disse que todos os jogos são importantes.

"Eu penso dessa forma, todos os jogos para mim são importantes, todos os jogos para mim têm a sua dificuldade e esse não vai ser diferente. Por mais que a gente já tenha enfrentados o Bahia dentro da temporada, todos os jogos têm a sua dificuldade e esse é mais um", disse.

Do outro lado, antes de embarcar para Fortaleza, o Bahia fez na manhã de quarta-feira o seu último treino de preparação, na qual o técnico Dado Cavalcanti comandou uma atividade tática, focado marcação no campo adversário e na saída de bola. Na segunda parte do treino, a ênfase foi em cima de cobranças de escanteio e faltas.

O comandante baiano deve manter a base do time que vem sendo titular. A única dúvida é o lateral direito Nino Paraíba, que foi suspenso após justamente após a briga generalizada contra o Ceará na decisão da Copa do Nordeste, mas o Bahia entrou com pedido de efeito suspensivo e agora aguarda resposta. Caso não possa atuar, Renan Guedes será o titular.

Últimas