Esportes Campeão olímpica em 2000 diz que maratona imita a vida

Campeão olímpica em 2000 diz que maratona imita a vida

OLIMP-2020-ATLETA-MARATONA:Campeão olímpica em 2000 diz que maratona imita a vida

Reuters - Esportes

Por Chris Gallagher e Sarah Aoyagi

TÓQUIO (Reuters) - Quando milhões de japoneses acompanharem a maratona olímpica no próximo final de semana verão não somente os melhores corredores do mundo levando seus corpos ao limite, mas também suas próprias vidas, disse a medalhista de ouro de 2000 do Japão, Naoko Takahashi.

A maratona tem grande apelo no país devido aos paralelos que tem com a vida cotidiana, opinou Takahashi.

"Em uma maratona, há muitas montanhas a escalar da largada à chegada", disse ela à Reuters, destacando os momentos difíceis de uma corrida da qual se quer desistir, mas se descobre que as coisas são mais fáceis depois de exercitar a paciência.

"Acho que todos acham interessante como uma corrida reflete suas próprias vidas", disse ela.

"Elas não estão só aproveitando o tempo que passam correndo a maratona, mas também se sentem motivadas a continuar tentando muito depois de voltarem às suas vidas cotidianas por causa do que superam" na corrida, disse ela.

Praticar corridas é imensamente popular no Japão, tanto em termos de participação quanto de audiência --até 12% da população diz correr e/ou participar de maratonas, mostraram dados da empresa Statista anteriormente.

Naoko Ishizuka tomou gosto pela corrida cerca de 10 anos atrás, quando seu marido correu na seção de 10 quilômetros da Maratona de Tóquio.

"Pensei que certamente queria ser como aquelas pessoas", disse a mãe e dona de casa de 48 anos, que já participou de 10 maratonas.

(Reportagem adicional de Andrew Bibee)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759)) REUTERS ES

Últimas