Esportes Calderano se diz pronto para voltar às competições: 'Todos motivados e animados'

Calderano se diz pronto para voltar às competições: 'Todos motivados e animados'

Após três meses sem jogos oficiais devido à pandemia do novo coronavírus, Hugo Calderano voltará a competir nesta quinta-feira para defender o Liebherr Ochsenhausen nas semifinais da Bundesliga, a liga alemã de tênis de mesa. A equipe do brasileiro, atual campeã nacional, disputará contra o Borussia Düsseldorf uma vaga na decisão.

Sexto colocado do ranking mundial, Calderano competiu pela última vez no Aberto do Catar, na primeira semana de março. Desde então, vinha treinando em Ochsenhausen, na Alemanha, onde mora. No início da pandemia, o brasileiro adaptou a sua rotina ao levar uma mesa para dentro de casa, mas, há cerca de um mês e meio, recebeu autorização para retomar as atividades no ginásio do clube.

"Tive bastante tempo tranquilo para trabalhar o meu jogo e posso dizer que evoluí fisicamente também. Eu me sinto bem preparado e estamos todos motivados e animados para os primeiros jogos depois de três meses sem competições", afirmou.

Para cumprir as devidas precauções sanitárias, a Bundesliga teve de fazer alguns ajustes nos playoffs. O principal deles foi passar as semifinais para um duelo único, ao invés da melhor de três prevista inicialmente. O sistema de jogo também mudou: haverá apenas partidas individuais para reduzir o contato entre os atletas. O regulamento previa que, caso necessário, o quinto jogo de cada confronto deveria ser de duplas.

"Acho que o formato dos playoffs foi bem adaptado para a situação atual. Não teremos uma série melhor de três, mas só um jogo na semifinal. E todos os jogos sem espectadores, priorizando a segurança", avaliou Calderano, destacando que também não haverá presença de público tanto na semi quanto na final.

Antes da pandemia, o brasileiro vinha de grandes resultados ao longo do último ano. Em 2019, teve uma temporada marcada pela regularidade, o que lhe rendeu uma posição sólida entre os melhores do mundo. Calderano passou a maior parte do ano em sexto lugar no ranking - ao todo, já são 20 meses consecutivos no Top 10.

Seu resultado mais importante na temporada de 2019 foram as duas medalhas de ouro - simples e duplas masculinas - conquistadas nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. O bicampeonato individual lhe assegurou vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, remarcados para 23 de julho a 8 de agosto do ano que vem.

Últimas