Esportes Calderano cai para o número 12 do mundo nas quartas do último evento da temporada

Calderano cai para o número 12 do mundo nas quartas do último evento da temporada

O brasileiro Hugo Calderano foi eliminado nas quartas de final do WTT de Macau, o último torneio da temporada 2020 do tênis de mesa. Nesta sexta-feira, em um duelo equilibrado com o chinês Wang Chuqin, número 12 do ranking mundial, ele perdeu por 3 games a 2, com parciais de 11/10, 8/11, 11/4, 7/11 e 11/9.

Na sua participação em Macau, Calderano esteve próximo de derrotar chineses, que dominam o tênis de mesa no mundo, mas sempre caiu por 3 a 2. Foi assim, também, na fase de grupos, contra Xu Xin, o segundo colocado no ranking, e Lin Gaoyuan, o quinto.

Embora Calderano seja mais bem colocado - é o número 6 do mundo - do que Chuqin, o seu rival nesta sexta-feira é considerado um dos nomes mais promissores do tênis de mesa, tendo apenas 20 anos.

O brasileiro esteve próximo de vencer o primeiro game, em que abriu 3 a 0 e 10 a 6, mas acabou sofrendo a virada. No segundo, apresentou boa reação, tendo igualado o placar em 8 a 8, depois ganhando em função dos erros do rival.

O terceiro foi fácil para o chinês, que se aproveitou dos vacilos de Calderano para abrir 7 a 1, antes de ganhar por 11 a 4. O brasileiro até deu o troco no quarto game, mas acabou sendo batido na equilibrada quinta parcial.

"Que pena sair dessa luta com uma derrota. O nível foi alto, faltou um pouco de regularidade. Chato, porque o Hugo não teve segurança técnica suficiente para impor o jogo dele. Pelo menos, foi bom vê-lo desenvolver esse nível, sacando bem, recebendo bem e muito agressivo. Faltou ritmo de jogo, infelizmente. Ele vai continuar trabalhando forte para as próximas competições", analisou o técnico de Hugo Calderano e consultor técnico da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa, Jean-René Mounié.

Calderano, assim, terminou o WTT de Macau sem vitórias. E encerra a temporada 2020 do tênis de mesa, atrapalhada pela pandemia do coronavírus, com o título da Copa Pan-Americana. Além disso, parou nas oitavas de final no Aberto do Catar e na Copa do Mundo Masculina.

Últimas