Esportes Bragantino e Sport mantêm a filosofia e a aposta em jovens técnicos

Bragantino e Sport mantêm a filosofia e a aposta em jovens técnicos

Agência Estado - Esportes

Enquanto as equipes têm demitido treinadores jovens e apostado outros perfis, o Sport e o Red Bull Bragantino são algumas exceções neste Campeonato Brasileiro. Mesmo com a troca no comando, os dois clubes foram os únicos que fizeram questão de manter o perfil. O time pernambucano é dirigido por Jair Ventura, de 41 anos, e o atual campeão da Série B tem no comando Maurício Barbieri, de 39.

Antes de optar por Ventura, o Sport iniciou a competição com Daniel Paulista, de 38 anos. O clube não abriu mão do perfil por ter a proposta de rejuvenescer vários departamentos. "O Sport passa por uma renovação na diretoria de futebol. Tem pessoas novas e temos buscado treinadores e jogadores jovens também. Para nós a juventude pode ser um caminho", explicou o diretor de futebol, Chico Guerra.

O dirigente admite que a proposta de apostar na juventude traz a vantagem de poder negociar salários menores. A equipe pernambucana explica que, por ter um orçamento enxuto, precisa fazer um estudo detalhado de qual profissional vai contratar. "Na escolha do Jair, pesou a forma como a gente queria jogar. Queríamos alguém que tivesse trabalhos bem-sucedidos dentro da nossa forma de jogar e em equipes com orçamento apertado", explicou.

O Bragantino tem a juventude entre as principais características. O clube procura contratar jogadores novos e tem feito o mesmo com treinadores. Antes de Barbieri, quem comandava o time, no início da temporada, era Felipe Conceição, de 41 anos.

Últimas