Esportes Bem-estar dos jogadores não é levado a sério, diz Henderson, do Liverpool

Bem-estar dos jogadores não é levado a sério, diz Henderson, do Liverpool

FUT-HENDERSON-BEMESTAR:Bem-estar dos jogadores não é levado a sério, diz Henderson, do Liverpool

Reuters - Esportes

(Reuters) - Jordan Henderson, capitão do Liverpool, disse que o bem-estar dos jogadores não está sendo levado suficientemente a sério após decisão da liga inglesa de continuar com as partidas, mesmo com uma disparada de casos de Covid-19.

Dez jogos da liga foram adiados neste mês devido a surtos e 90 casos novos de Covid-19 foram detectados entre jogadores e membros da equipe na última semana, mas na segunda-feira os clubes concordaram em manter o calendário movimentado do fim de ano.

O assistente técnico do Liverpool, Pep Lijnders, disse que é "absurdo" o time ter que disputar dois jogos, em quatro dias, e sem vários jogadores essenciais por conta de casos de Covid-19 e de lesões, enquanto o chefe do Chelsea, Thomas Tuchel, disse que a saúde e a segurança dos jogadores estão em risco.

"Estou preocupado com o bem-estar dos jogadores e acho que ninguém leva isso suficientemente a sério, especialmente neste período, quando a Covid está aqui", disse Henderson ao canal BBC Sport nesta quarta-feira.

"Não há comunicação com os jogadores em termos do que eles pensam... acho que (os atletas) precisam ser parte da conversa porque, no final das contas, somos aqueles que estão saindo e sentindo isso e jogando."

O técnico do Aston Villa, Steven Gerrard, disse que lidar com o bem-estar dos jogadores é "um desafio".

"Respeito a opinião dele (Henderson)" disse Gerrard, ex-capitão do Liverpool e da Inglaterra, em uma coletiva de imprensa.

(Por Hritika Sharma e Manasi Pathak em Bengaluru)

Últimas