Esportes Belga conta que segredo de Cristiano Ronaldo é dieta com brócolis, frango e arroz

Belga conta que segredo de Cristiano Ronaldo é dieta com brócolis, frango e arroz

O meio-campista belga Daouda Peeters, companheiro de Cristiano Ronaldo na Juventus, da Itália, revelou à publicação belga HLN, a dieta que ajuda a turbinar o desempenho do jogador português ao longo de sua carreira. "Ele come sempre frango, arroz e brócolis. E bebe muita água. Nada de Coca-Cola", afirmou o atleta.

Peeters defende o time sub-23 da Juventus, mas treina frequentemente com o elenco principal e já atuou ao lado de Cristiano Ronaldo. As seleções de Bélgica e Portugal se enfrentam neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no estádio Olímpico La Cartuja, em Sevilha, pelas oitavas de final da Eurocopa.

Além de falar dos cuidados que Cristiano Ronaldo tem com a alimentação, Peeters enalteceu o espírito de competição que norteia a trajetória do português. "Cristiano Ronaldo quer vencer sempre e em qualquer lugar. Ele faz os jovens crescerem e envolve você de verdade. Acho isso uma característica muito boa", revelou o jogador.

O atleta belga falou do cuidado que seu companheiro de time tem com o físico e descartou qualquer tipo de vaidade pessoal nisso. "Ele não faz exercícios abdominais por vaidade, mas porque vê o corpo como instrumento de trabalho. Não é o caso de Cristiano ficar de frente para o espelho durante horas, até porque, ele não teria tempo para isso. Quando está no clube, é realmente para treinar. Ele vive para o seu trabalho", comentou.

E a mesma seriedade com que ele leva o seu trabalho no clube é transportada para a seleção portuguesa. "Cristiano é um cara muito legal, mas ao mesmo tempo, leva o futebol muito a sério. Quando está na Juventus, ele está sempre muito concentrado. No ônibus do clube, normalmente ele não fala sobre quase nada", afirmou.

Um dos principais destaques entre os jogadores na fase de grupos do torneio, Cristiano Ronaldo lidera a artilharia da Eurocopa de forma isolada com cinco gols. Com uma vitória, um empate e uma derrota, a seleção portuguesa conseguiu se classificar para as oitavas de final na chave mais difícil da competição, que tinha ainda França, Alemanha e Hungria.

Últimas