Esportes Bahia visita Unión na Argentina para igualar sua melhor campanha na Sul-Americana

Bahia visita Unión na Argentina para igualar sua melhor campanha na Sul-Americana

Buscando repetir 2018, quando chegou às quartas de final e teve o seu melhor desempenho na Copa Sul-Americana, o Bahia enfrenta o argentino Unión, às 19h15 desta terça-feira, no Estádio 15 de Abril, em Santa Fé, pelo confronto de volta das oitavas de final.

Na semana passada, na Fonte Nova, os brasileiros venceram os argentinos, por 1 a 0. Se os donos da casa devolverem o placar, haverá disputa de pênaltis, enquanto derrota mínima com gols é suficiente para os visitantes passaram de fase.

Quem avançar enfrentará o classificado de Vasco x Defensa y Justicia. Na ida, na Argentina, empate por 1 a 1. As equipes voltam a se encontrar às 21h30 de quinta-feira, em São Januário, no Rio.

O Bahia está passando por um surto de covid-19 e não poderá contar com o goleiro Matheus Claus, os laterais Juninho Capixaba e Zeca e o volante Ronaldo, além do técnico Mano Menezes e os auxiliares Sidnei Lobo e James Freitas, todos contaminados com o novo coronavírus. Assim, o auxiliar técnico Cláudio Prates comandará os visitantes.

Por outro lado, os zagueiros Anderson Martins e Lucas Fonseca e os atacantes Gilberto e Gabriel Novaes estão à disposição. Eles ficaram de fora da derrota para o São Paulo, por 3 a 1, no Brasileirão, no qual os soteropolitanos lutam contra o rebaixamento.

"A gente sabe que é uma partida importante para a história do clube. A gente sabe que é uma das partidas mais importantes, se não for mais importante, do ano. Então, a gente está focado, preparado, para que a gente possa sair daqui com a classificação. A gente vai procurar dar nossas vidas dentro de campo", declarou o volante Edson.

"Procurar dar nosso máximo, errar o mínimo possível neste jogo. Mata-mata, a gente sabe que não pode errar. A qualquer erro, a gente pode perder a classificação. Então a gente está bem concentrado e bem ciente da importância do jogo. Tenho certeza que, se a gente fizer o que tem para fazer mesmo, a gente vai sair de lá classificado", encerrou.

Vindo de derrota, por 1 a 0, para o Racing, pela Copa Maradona, o Unión também sofreu um surto de covid-19 no elenco na semana passada. Fica a dúvida, portanto, se o goleiro Peano, o zagueiro Matías Nani, o volante Nery Leyes e os meias Emanuel Cecchini e Leonel Bucca terão condições de jogo e serão ao menos opções. O atacante Franco Troyansky está suspenso por acúmulo de cartões amarelos e deve ser substituído por Fernando Márquez.

Últimas