Esportes Bahia e Grêmio fazem 'decisão' contra o rebaixamento no Brasileirão

Bahia e Grêmio fazem 'decisão' contra o rebaixamento no Brasileirão

A Arena Fonte Nova vai receber, na noite desta sexta-feira, um duelo de tricolores desesperados na luta contra o rebaixamento para a Série B. A partir das 19 horas, Bahia e Grêmio fazem um confronto direto em partida antecipada da 36.ª rodada do Brasileirão.

O Bahia amarga um jejum de três jogos sem vitória e também sem marcar gols, sequência que o colocou na zona de rebaixamento, em 17.º lugar, com 37 pontos, mas com uma partida a menos que seus concorrentes.

Para reencontrar o caminho das vitórias e deixar a zona de rebaixamento, o Bahia vai contar com o apoio dos seus torcedores. Mais de 26 mil ingressos foram vendidos antecipadamente. É garantia de casa cheia.

Diante da seca, o Bahia vai ter a volta do seu artilheiro. Autor de 13 gols no Brasileirão, Gilberto cumpriu suspensão automática no empate sem gols com o Cuiabá. Além dele, outro reforço é o atacante Rossi, poupado na última rodada.

"A gente tem que entregar de alguma forma ou de outra, seja na técnica ou na raça, seja da forma que der, a gente tem que entregar para o nosso clube o melhor e para torcida também, que vem nos apoiar. Com certeza vai nos apoiar muito nesse jogo", disse Gilberto.

O zagueiro Luiz Otávio, que sofreu uma pancada na cabeça contra o Cuiabá, ainda é dúvida. Desfalque certo é o lateral-esquerdo Juninho Capixaba, que pertence ao Grêmio e fica de fora por questão contratual.

Do outro lado está um adversário em evolução. Com três vitórias nos últimos cinco jogos, o Grêmio vem animado depois de ter buscado o empate com o Flamengo, com um jogador a menos e perdendo de 2 a 0. Em 18.º lugar, o tricolor gaúcho tem 36 pontos.

A maratona de jogos - será o nono em menos de um mês - vai fazer o técnico Vagner Mancini mexer no time titular em relação ao duelo contra o Flamengo. Desgastados, o lateral-direito Rafinha e o atacante Diego Souza devem ser substituídos por Vanderson e Borja, respectivamente.

"Os outros jogos as estratégias foram diferentes. Não quero dizer para o jogo contra o Bahia a gente fosse optar pela mesma estratégia, porque já seria o terceiro jogo deles jogando de 72 horas em 72 horas. Daqui até o final, terá que ter muita superação, além da mobilização natural que todos fazemos", disse Mancini.

O treinador ainda tem os desfalques do goleiro Brenno, do volante Lucas Silva e do atacante Jhonata Robert, suspensos. A boa notícia é que o zagueiro Kannemann, que desfalcou o Grêmio contra o Flamengo por conta de dores no quadril, deve voltar.

Últimas