Esportes Autor do gol 1000 do Atlético-MG na era dos pontos corridos, Keno exalta o elenco

Autor do gol 1000 do Atlético-MG na era dos pontos corridos, Keno exalta o elenco

Destaque do Atlético-MG na vitória sobre o Internacional, por 1 a 0, no Mineirão, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, o atacante Keno deixou seu nome na história do clube ao marcar o gol número 1000 na era dos pontos corridos, regulamento aplicado desde 2003.

Keno deixou o gramado comemorando o feito, sobretudo sua recuperação de uma virose que o tirou de três dias de treinamento na última semana. Ainda assim, o jogador foi relacionado, entrou em campo e mudou o rumo da partida. Ele parece predestinado, porque em 2020 marcou o gol numero 2000 do Galo na história do Brasileirão, desde 1971.

"Fico feliz pela minha volta, não foi fácil. Fiquei bastante chateado pela situação. Voltei para ajudar o Galo, fico feliz pelo gol. Muito importante", disse o atacante após a partida deste sábado à noite.

O atacante também exaltou a força do elenco e o trabalho realizado pelo técnico Cuca. "O Atlético-MG tem um time muito forte. Perdemos o Vargas, mas temos o Sasha, que também vem trabalhando forte para ajudar. Temos que respeitar o professor Cuca, um cara experiente e que tem dado chances para todos", completou.

Com a vitória, o Atlético-MG chegou a 15 jogos sem perder no campeonato, algo que o clube não conquistava desde 1997. A única derrota, curiosamente, aconteceu diante do Fortaleza, na primeira rodada, por 2 a 1.

O Atlético-MG lidera de forma soberana, agora com 49 pontos ganhos. São 11 pontos de diferença para o Palmeiras, vice-líder, que ainda jogará no domingo contra o Juventude, em São Paulo.

Últimas