Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Stock Car anuncia casos de febre maculosa após etapa e alerta para possíveis contágios

Corridas da categoria aconteceram no último domingo (6); a Fórmula 4 e a Copa HB20 também disputaram provas no autódromo

Automobilismo|Do R7

Corridas da Stock Car em Mogi Guaçu aconteceram em 6 de agosto
Corridas da Stock Car em Mogi Guaçu aconteceram em 6 de agosto Corridas da Stock Car em Mogi Guaçu aconteceram em 6 de agosto

A Vicar, entidade que organiza e promove a Stock Car, e a administração do Autódromo Velocitta emitiram um comunicado nesta quinta-feira (10) para informar que foram detectados dois casos de febre maculosa em pessoas que estiveram presentes durante a sexta etapa da competição, realizada em Mogi Guaçu no último fim de semana.

De acordo com as organizações, a montagem do evento, que ocorreu entre os dias 4 e 6 deste mês, começou no dia 28 de julho e contou com provas da Fórmula 4 e da Copa HB20. Segundo o comunicado, todos os protocolos sanitários foram adotados corretamente para a melhor realização possível das corridas.

 Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

· Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Publicidade

Assinado pelo doutor Dino Altmann, diretor médico da Stock Car, o comunicado ainda faz um alerta sobre as consequências da febre maculosa e orienta a todos os envolvidos no evento que tiverem suspeita da doença, mesmo sem apresentar os sintomas, a procurar ajuda médica imediatamente. A febre maculosa é causada pelo carrapato-estrela e pode ser transmitida por animais e humanos.

Leia também

A identidade e o estado de saúde das pessoas com caso confirmado não foram divulgados. Foi dito apenas que ambas apresentaram os sintomas e procuraram auxílio médico.

Publicidade

"A Vicar e a administração do Autódromo Velocitta informam que, como é padrão nos eventos de ambas, foram tomadas todas as medidas sanitárias exigidas, seguindo as diretrizes legais e de segurança do público e trabalhadores", informou a organização. "As duas pessoas que apresentaram sintomas de infecção foram imediatamente orientadas a procurar assistência médica e estão seguindo os protocolos necessários."

Pilotos de Fórmula 1 dirigem supercarros também fora das pistas; veja

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.