Automobilismo Em processo contra a Fórmula 1, Felipe Massa deve ficar de fora do GP do Brasil: 'Não houve convite'

Em processo contra a Fórmula 1, Felipe Massa deve ficar de fora do GP do Brasil: 'Não houve convite'

Etapa acontece neste fim de semana, e ex-piloto não foi convidado desde o início do processo legal pelo título da temporada de 2008

  • Automobilismo | Do R7

Felipe Massa iniciou o processo em 2023

Felipe Massa iniciou o processo em 2023

Kai Forsterling/EFE - 16.10.2018

Felipe Massa decidiu entrar com um processo na Justiça conta a FIA e a Fórmula 1 para reivindicar o título da temporada de 2008 da Fórmula 1. No entanto, desde o início do procedimento legal, ele não tem sido convidado para comparecer às corridas da categoria.

Embaixador da F1, o ex-piloto deve ficar de fora do Grande Prêmio do Brasil, a etapa "de casa", que acontece no próximo fim de semana, em Interlagos, na capital paulista.

Em entrevista ao site britânico Autosport, o brasileiro disse que a última informação que recebeu da organização da Fórmula 1 foi a orientação de não comparecer ao GP de Monza, na Itália, em setembro. Na corrida, que reúne inúmeros fãs da Ferrari — equipe que Massa defendia —, foi colocada uma bandeira em que se dizia que o ex-piloto era o verdadeiro campeão de 2008.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Massa explicou que tinha planos de ir ao circuito de Suzuka, no Japão, como embaixador, mas não foi: "Sobre o Brasil nada foi discutido, não tivemos nenhum contato desde aquele momento antes de Monza até agora. Acredito que não irei. Não houve convite nem conversa sobre meu trabalho como embaixador, então não acho que devo participar".

Por outro lado, a ausência no autódromo de Interlagos não parece afetar o brasileiro, já que Massa disse respeitar a situação legal que ele mesmo criou. O que o ex-Ferrari busca é que o resultado da temporada de 2008 seja anulado e ele seja reconhecido como campeão.

O processo foi iniciado depois que Bernie Ecclestone, ex-chefão da F1, afirmou ter consciência do polêmico "Cingapuragate", que prejudicou a corrida de Massa no Grande Prêmio de Cingapura.

Massa segue à espera do apoio da Ferrari na luta pelo título de 2008; entenda o 'Cingapuragate'

Últimas