Esportes Aubameyang perde braçadeira de capitão do Arsenal após novo ato de indisciplina

Aubameyang perde braçadeira de capitão do Arsenal após novo ato de indisciplina

Ausência no último compromisso do Arsenal no Campeonato Inglês, Pierre-Emerick Aubameyang viu a sua punição ficar ainda mais séria. Através de um comunicado oficial divulgado nesta terça-feira, o clube de Londres informou que o atacante gabonês ficará novamente de fora dos relacionados para o compromisso desta quarta contra o West Ham, pela 17.ª rodada da competição nacional, e ainda perderá, de forma definitiva, a faixa de capitão.

A série de punições, que começou com a ausência do jogador de 32 anos na vitória diante do Southampton, vem como consequência da violação do código de disciplina do time. Contudo, embora a infração tenha sido confirmada pelo técnico espanhol Mikel Arteta, a equipe londrina não deu mais detalhes sobre a natureza do incidente.

Na imprensa inglesa, a versão mais divulgada tem sido a do jornal The Athletic. O periódico explicou que Aubameyang foi liberado pelo Arsenal para viajar até a França com objetivo de resolver algumas questões pessoais - uma visita para a mãe, que está doente. No entanto, Aubameyang só retornou à Inglaterra na quinta-feira pela manhã e não pode participar do treinamento devido aos protocolos de covid-19. O gabonês precisava aguardar até que o seu teste PCR desse negativo.

"Após sua última violação disciplinar na semana passada, Pierre-Emerick Aubameyang não será mais o capitão do nosso clube e não será considerado para a relação para a partida de quarta-feira contra o West Ham United", informou o Arsenal. "Esperamos que todos os nossos jogadores, principalmente o nosso capitão, trabalhem de acordo com as regras e padrões que estabelecemos", concluiu.

Aubameyang tem contrato com o Arsenal até 2023, mas acumula outras situações controversas além de gols. Não é possível descartar uma saída já que o atleta esteve na mira do Barcelona nos últimos anos e sabendo da necessidade do clube espanhol em buscar um novo centroavante.

Últimas