Esportes Atlético-MG encara lanterna para não deixar Cruzeiro ficar sozinho na ponta

Atlético-MG encara lanterna para não deixar Cruzeiro ficar sozinho na ponta

Campeão da Supercopa do Brasil no último domingo, o Atlético-MG volta a campo neste sábado, às 16h30, desta vez pelo Campeonato Mineiro. O time alvinegro enfrenta o lanterna Pouso Alegre, no sul de Minas Gerais, em jogo que completa a oitava rodada da competição.

Perto de obter a classificação matemática às quartas de final, o objetivo do Atlético-MG é não deixar o rival Cruzeiro ficar sozinho na liderança. O time celeste tem 19 pontos, após oito jogos, e o alvinegro tem 16, com uma partida a menos.

Apesar de uma vitória poder colocar o Atlético-MG na liderança, o treinador argentino Antônio 'El Turco' Mohamed optou por utilizar uma equipe mista em Pouso Alegre. Titulares contra o Flamengo no último domingo, o lateral-direito Mariano, o zagueiro uruguaio Diego Godin, o volante Jair e o atacante Hulk sequer viajaram.

Com isso, o provável Atlético-MG deverá entrar em campo com Everson; Guga, Nathan Silva, Réver e Guilherme Arana; Allan, Calebe (Tchê Tchê) e Nacho Fernández; Savarino, Keno e Vargas (Eduardo Sasha).

Do outro lado, o Pouso Alegre vive uma situação delicada na competição. Comandando a única equipe que ainda não venceu, o técnico Francisco Diá faz mistério quanto ao time titular. Ao longo da semana cinco novos jogadores foram contratados na esperança de trazer novos ares.

O time, que poderia viver a sua melhor temporada na história, uma vez que pela primeira vez na história disputará também a Copa do Brasil (joga nesta terça-feira contra o Paraná) e a Série D do Campeonato Brasileiro, conseguiu apenas três pontos nos primeiros sete jogos da competição.

O Pouso Alegre iniciou a temporada com o técnico Cléber Gaúcho, mas não deslanchou. Com dois empates e duas derrotas, acabou sendo substituído por Francisco Diá, que trabalha pela primeira vez no futebol mineiro.

Com os reforços que chegaram, é possível que o Pouso Alegre comece o jogo com Cairo; Nando, Maycon, Luanderson e Foguinho; Lucas Gonçalves, Carlinhos e Denner; Iago, Bruno Moraes (Lucas Reis) e Eberê.

CASA CHEIA - A expectativa para a partida é de lotação máxima no estádio Manduzão, que fará com que o recorde de público do local seja quebrado. Dos 15 mil ingressos colocados à venda nesta semana, mais de 10 mil já foram vendidos até esta sexta-feira.

O recorde do estádio até hoje é de um Cruzeiro 2 x 1 Botafogo, em 1998, com 11.263 torcedores. Em jogos do Pouso Alegre, a maior marca é da final da Segunda Divisão (equivalente à terceira divisão) de 2019, quando 9.524 pessoas acompanharam a vitória do time local sobre o Betim por 1 a 0.

Se pensar no histórico dos confrontos, o torcedor do Pouso Alegre pode acreditar em uma zebra neste sábado. Os times se enfrentaram sete vezes até agora e o clube do Sul de Minas Gerais leva a melhor com três vitórias e apenas uma derrota.

Esse único revés aconteceu no ano passado, quando o Atlético-MG venceu por 1 a 0, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Em Pouso Alegre, o clube alvinegro não joga desde 1990, em um empate por 3 a 3.

Últimas