Esportes Atlanta Hawks supera Philadelphia 76ers no jogo 7 e vai às finais do Leste

Atlanta Hawks supera Philadelphia 76ers no jogo 7 e vai às finais do Leste

A NBA conheceu na noite de domingo o último finalista de conferência dos playoffs desta temporada. É o Atlanta Hawks, que visitou e venceu o Philadelphia 76ers por 103 a 96, no jogo 7 das semifinais do Leste e agora avança para encarar o Milwaukee Bucks. Em uma noite que Trae Young não teve bom aproveitamento nos arremessos de quadra (5 acertos de 23), Kevin Huerter assumiu a responsabilidade e saiu do jogo com 27 pontos e sete rebotes.

Trae Young ainda marcou 21 pontos e distribuiu 10 assistências e John Collins também teve um "double-double" (dois dígitos em dois fundamentos) de 14 pontos e 16 rebotes. Do banco de reservas, Danilo Gallinari foi outro grande destaque com 17 pontos anotados.

Pelo lado dos 76ers, Ben Simmons (cinco pontos) teve outra atuação abaixo da média e finalizou uma série que pode manchar a sua carreira. Furkan Korkmaz, que começou de titular, também decepcionou e terminou o jogo só com cinco pontos marcados. Pelo lado positivo, o pivô camaronês Joel Embiid guardou 31 pontos e pegou 11 rebotes, Tobias Harris marcou 24 pontos e 14 rebotes e Seth Curry foi bem com 16 pontos na conta.

Nos momentos decisivos do último quarto, Simmons foi recolhido ao banco de reservas, pois seria presa fácil nas faltas e lances livres. O aproveitamento péssimo do jogador australiano neste quesito foi notícia por toda a série.

No fim do jogo, a torcida dos 76ers arremessou uma lata de cerveja na quadra, cena rara na NBA. A irritação com o "processo", como o time atual e Embiid ficaram conhecidos, pode marcar o fim de uma era na franquia. Com esta formação, o time da Filadélfia foi eliminado três vezes nas semifinais de conferência e uma na primeira rodada nos últimos quatro anos.

Na final do Leste, os Hawks terão pela frente os Bucks, do astro grego Giannis Antetokounmpo, valendo uma vaga nas finais da NBA. A série começa nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no ginásio Fiserv Forum, em Milwaukee.

NO OESTE - A final da Conferência Oeste começou com tudo e o Phoenix Suns garantiu a primeira partida. No domingo, o time do Arizona conseguiu uma difícil vitória por 120 a 114 contra o Los Angeles Clippers e abriu 1 a 0 na série melhor de sete jogando em casa. O jogo 2 será nesta terça-feira, novamente em Phoenix.

Os Suns estavam desfalcados do armador Chris Paul (cumprindo o protocolo da NBA sobre a covid-19) e os Clippers não contaram com o astro Kawhi Leonard (por conta de uma lesão no joelho). Ainda não há uma data clara para o retorno dos dois na série.

O jogo foi de alto nível. Os times jogaram ao seu estilo com os Clippers convertendo 20 bolas de três pontos (43%), enquanto que o time de Phoenix buscava o garrafão e a meia distância, tendo um alto aproveitamento de 55% de conversão geral de arremessos. No entanto, um bom diferencial para a equipe da casa foram os pontos em contra-ataque, com 16 pontos contra apenas 4 dos californianos.

Devin Booker foi o grande destaque ao marcar 40 pontos, pegar 13 rebotes, dar 11 assistências e cometer apenas dois erros. Foi apenas a segunda vez que um jogador dos Suns fez um "triple-double" (dois dígitos em três fundamentos) nas finais de conferência. Deandre Ayton foi bem com 20 pontos e nove rebotes.

Pelos Clippers, Paul George foi o cestinha com 34 pontos, porém com apenas 10 acertos de 26 tentativas nos arremessos e um ponto no último quarto. Reggie Jackson continua jogando em alto nível e terminou o jogo com 24 pontos.

Últimas