Esportes Assim como a irmã Serena, Venus Williams anuncia que não disputará o US Open

Assim como a irmã Serena, Venus Williams anuncia que não disputará o US Open

No mesmo dia em que Serena Williams anunciou a sua desistência do US Open por conta de uma lesão na coxa direita, sua irmã mais velha Venus Williams também informou na noite de quarta-feira que não disputará o Grand Slam em Nova York. A tenista de 41 anos havia recebido um convite dos organizadores, já que ocupa atualmente apenas o 147.º lugar no ranking da WTA. A ex-número 1 do mundo e bicampeã nos anos de 2000 e 2001 citou uma lesão na perna que a deixou sem jogar desde Wimbledon até o início desta semana em Chicago.

"Olá a todos. Não é a melhor notícia para a Serena e para mim hoje (quarta-feira). Não poderei disputar o US Open. É super decepcionante, mas tive problemas com a minha perna durante todo esse verão. Fiz o meu melhor aqui em Chicago, mas não consegui solucionar o problema", disse Venus Williams, em vídeo divulgado em suas redes sociais.

"E durante muitas vezes eu conseguia lidar, mesmo que não estivesse nas minhas melhores condições de saúde, mas desta vez não daria para fazer milagre", acrescentou a vencedora de sete títulos de Grand Slam em simples. "Vou sentir falta do US Open, é o meu Grand Slam favorito. Tenho ótimas lembranças e mal posso esperar para voltar às quadras, onde quer que seja. Vou trabalhar com minha equipe para voltar o mais rápido possível".

Venus Williams brincou com o fato de que terá mais tempo livre nas próximas semanas e que está disponível para namorar. "Vou ter algum tempo livre agora. Eu disse em Wimbledon que não estava disponível para namorar este ano, mas mudei de ideia. Estou aceitando pretendentes que tenham mais de 1,65m, que sejam inteligentes, tenham emprego e não falem muito. Meu técnico, Eric Hechtman, vai tomar conta dos pedidos, porque ele quer contribuir com essa disputa".

A ex-líder do ranking também agradeceu aos organizadores do torneio pelo convite oferecido e espera que a nova vaga aberta fique em boas mãos. "Voltando a falar sério, estou muito decepcionada. Mas como todas as fases difíceis, não vai durar para sempre. Sou muito grata à organização do US Open por terem me oferecido um convite. Espero que outra jogadora o receba bem e desejo o melhor para todos no torneio. Espero que todos aproveitem, eu vou acompanhar de casa", completou.

Últimas