Esportes Arboleda lamenta falhas em bolas paradas e pede para São Paulo focar no Vasco

Arboleda lamenta falhas em bolas paradas e pede para São Paulo focar no Vasco

Os jogadores do São Paulo deixaram o gramado do estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, muito revoltados após levarem virada com goleada de 5 a 1 para o Flamengo. Autor do gol solitário da equipe, o zagueiro equatoriano Arboleda era um dos poucos a manter a calma. Sereno, lamentou as falhas apresentadas pelo time em bolas paradas e disse que não é hora de caçar culpados e sim em pensar no mata-mata da Copa do Brasil diante do Vasco, nos próximos dois meios de semana.

Há quatro anos, ou nove jogos, que o São Paulo não sofria uma derrota diante dos cariocas. E até saíram na frente, quando Arboleda mandou para as redes no começo do segundo tempo. Em um jogo em que a equipe criava mais, sair na frente era merecido. O gol, ao invés de dar tranquilidade, parece ter feito o futebol são-paulino desaparecer no Maracanã, algo inadmissível na visão do zagueiro.

"A gente saiu ganhando um jogo muito importante para nós, mas acabamos tomando dois ou três gols de bola parada, que a gente trabalha muito para isso, por causa de uma pequena desconcentração", analisou Arboleda. "Mas isso é o futebol".

O São Paulo buscava reação no Brasileirão, no qual ainda não engrenou e vinha de derrota em casa para o Fortaleza, por 1 a 0. Levou a virada e segue na parte de baixo da tabela de classificação. Mesmo assim, Arboleda pede que o clube vire a chave e foque somente na Copa do Brasil.

"Não perdíamos há quatro anos deles, mas agora é pensar no próximo jogo, que é pela Copa do Brasil contra o Vasco", disse. Nada de remoer o resultado vexatório. Nesta quarta-feira, no Morumbi, o time faz o duelo da ida das oitavas da Copa do Brasil diante dos vascaínos e a ordem é abrir vantagem.

Não por acaso, Rigoni, Reinaldo e Benítez foram poupados no Maracanã. O técnico argentino Hernán Crespo ainda deve contar com retornos de Luciano, William e Éder para ampliar o leque de opções para a sequência dos jogos.

Últimas