Após casos de covid-19, Catarinense volta e Figueirense é eliminado

Após incertezas e duas paralisações por conta da pandemia do covid-19, o Campeonato Catarinense voltou nesta quarta-feira e com uma zebra avançando para a semifinal. O Juventus, de Jaraguá do Sul, bateu o Figueirense por 4 a 1 no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, e eliminou o maior campeão do estado.

Mesmo com vitória por 2 a 1 no jogo de ida, o time da casa não conseguiu segurar a vaga e foi goleado em casa, dando adeus à competição. Na próxima fase, o Juventus enfrenta Brusque ou Joinville, que se enfrentam nesta quinta-feira, no estádio Augusto Bauer, em Brusque.

Do outro lado da chave estão Chapecoense e Avaí, que se enfrentam na Ressacada, na capital, e Marcílio Dias e Criciúma, que jogam no Hercílio Luz, em Itajaí. As duas partidas também serão na quinta.

O Juventus sempre esteve à frente no placar. Abriu com Geovane Itinga aos 32 minutos do primeiro tempo e ampliou logo no primeiro minuto do segundo tempo com Allan. O apavorado Figueirense diminuiu com alemão, aos 17 minutos, mas depois se abriu muito e sofreu mais dois gols em contra-ataques, marcados por Marllon aos 41 e aos 50 minutos.

PARALISAÇÕES - Interrompido após o término da primeira fase, o Catarinense retornou para a disputa dos jogos de ida das quartas de final após quatro meses, mas voltou a ser paralisado na sequência devido ao grande número de casos positivos de covid-19 entre as equipes participantes. Dessa forma, a competição ficou mais 20 dias parada para que os atletas e demais funcionários dos clubes cumprissem período de quarentena.

O governo de Santa Catarina chegou a proibir as partidas até o dia 7 de agosto, mas voltou atrás na decisão após contato com a Federação Catarinense de Futebol e liberou as partidas.