Esportes Apesar da volta histórica em Monza, Hamilton prevê difícil disputa com Bottas

Apesar da volta histórica em Monza, Hamilton prevê difícil disputa com Bottas

Lewis Hamilton afirmou, neste sábado, que ter atingido a maior média da história da Fórmula 1 (264,362 km/h) para conseguir o primeiro lugar no grid de largada não garante a vitória, domingo, no GP da Itália, no circuito de Monza. "Eu precisei de duas tentativas muito boas para superar Valtteri, que esteve sempre muito perto."

O piloto inglês marcou 1min18s887, quebrou o recorde do circuito de Monza, que pertencia ao finlandês Kimi Raikkonen, obtido em 2018, mas ficou apenas 0s069 à frente do companheiro de Mercedes.

Ao somar a 94ª pole, Hamilton, mais uma vez, elogiou o trabalho da equipe. "Fizemos algumas alterações um pouco antes da classificação, então o carro estava um pouco nervoso, mas no final deu tudo certo", disse o britânico, que vai em busca da 90ª vitória na carreira, o que o deixaria a um triunfo da marca história do alemão Michael Schumacher.

Após sete corridas disputadas, Hamilton lidera a classificação com 157 pontos, contra 110 do holandês Max Verstappen, quinto colocado no grid de largada. Bottas acumula 107, enquanto Alexander Albon tem 48 e Charles Leclerc e Lando Norris possuem 45 cada..

Últimas