Esportes Ameaçado de morte, Alef Manga garante vitória e coloca Goiás de volta ao G4

Ameaçado de morte, Alef Manga garante vitória e coloca Goiás de volta ao G4

Alef Manga desabafou após marcar o gol que garantiu a vitória do Goiás, por 1 a 0, sobre o CSA na noite desta quarta-feira, no Rei Pelé, em Maceió, pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Ele revelou que sofreu ameaças de morte após a derrota esmeraldina para o líder Náutico.

"Eu quero agradecer a Deus por esse gol, à minha equipe, ao professor Pintado… Estou muito feliz em poder ajudar. Sempre que eu vestir essa camisa vou dar o máximo que puder. A gente sabe que a Série B não é fácil, veio a cobrança, cheguei até a ser ameaçado de morte, mas agora o gol saiu", contou o atacante.

O gol de Alef Manga não deu só a vitória ao Goiás, mas também recolocou o clube goiano no G4, na quarta colocação com 19 pontos. O CSA, por sua vez, parou no perigoso 13º lugar com 11 pontos, a dois da zona de rebaixamento. O clube alagoano estreou o técnico Ney Franco.

Apesar do CSA ter começado melhor e dado trabalho ao goleiro Tadeu, foi o Goiás quem balançou as redes no primeiro tempo. Dellattorre, da entrada da área, foi o primeiro a testar Tadeu, que espalmou aos 3 minutos. Aos 11, Geovanne arriscou da intermediária e também fez o goleiro do Goiás trabalhar.

O experiente Renato Cajá bateu falta por cima da barreira aos 18 e Tadeu precisou ir buscar. O Goiás acordou e também apostou em chutes de longa distância com Alef Manga, aos 24, e Elvis, aos 26. Nas duas chances, a bola passou perto e assustou. Aos 39 minutos, Alef Manga aproveitou bobeira de Ewerthon e, da entrada da área, bateu firme para abrir o placar.

O segundo tempo começou com tudo. O Goiás criou a primeira chance em chute firme de Dadá Belmonte. Tadeu espalmou. O CSA respondeu na sequência com Dellatorre. Ele ficou na cara do gol e bateu por baixo, mas Thiago Rodrigues fez uma grande defesa.

Logo depois, Gabriel bateu escanteio, a bola desviou na cabeça de Caio e explodiu na trave de Tadeu. O CSA seguiu em cima e voltou a acertar a trave do Goiás. Aos 16 minutos, Dellatorre tocou para Bruno Mota, que cortou a marcação, e bateu firme, acertando o poste. O Goiás apareceu aos 38 minutos em chutaço de Everton Brito que Thiago Rodrigues espalmou.

Antes do apito final, aos 45 minutos, Dieguinho passou por dois marcadores e mandou ver, mas Thiago Rodrigues tirou com o pé. Quase o Goiás ampliou.

Na 12ª rodada, o CSA visitará o Operário no sábado, às 19 horas, no Germano Kruger, em Ponta Grossa. No mesmo dia, mas às 16 horas, o Goiás receberá o Londrina na Serrinha, em Goiânia.

FICHA TÉCNICA

CSA 0 X 1 GOIÁS

CSA - Thiago Rodrigues; Ewerthon (Fabrício), Matheus Felipe, Lucão e Kevyn; Geovane (Bruno Mota), Yuri (Giva Santos), Gabriel, Renato Cajá (Aylon) e Marco Túlio (Yago); Dellatorre. Técnico: Ney Franco.

GOIÁS - Tadeu; Ivan, Matheus Salustiano, Reynaldo e Artur; Breno, Caio (Daniel Oliveira), Dadá Belmonte (Everton Brito) e Elvis (Luan Dias); Bruno Mezenga (Nicolas) e Alef Manga (Dieguinho). Técnico: Pintado.

GOLS - Alef Manga, aos 39 minutos, do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Fabrício (CSA); Alef Manga, Caio, Reynaldo, Elvis, Nicolas (GOIÁS).

LOCAL - Rei Pelé, em Maceió (AL).

Últimas