Alta pedida congela chance da Ponte Preta acertar com ex-atacante do Guarani

A alta pedida salarial congelou a possibilidade - ao menos, por enquanto - de Júnior Todinho ser reforço da Ponte Preta na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.

Por meio do empresário Diogo Silva, o atacante teria pedido em torno do dobro do salário no Guarani (R$ 40 mil), o que não encaixa ao atual orçamento.

Além dos vencimentos, tidos como fora da realidade atual da Ponte Preta, comenta-se que o agente exigiu pagamento de luvas pela assinatura do contrato, o que faria de Todinho uma das peças mais caras do elenco dirigido pelo técnico João Brigatti.

Ponte Preta e Júnior Todinho negociam há um bom tempo, antes mesmo da passagem de sucesso do atleta pelo Brinco de Ouro da Princesa.

Após saída conturbada do Cuiabá no ano passado, o jogador esteve perto de fechar com a Ponte no mês de dezembro, mas as neogicações não evoluíram. Todinho tinha acordo junto ao Guarani só até 30 de abril, mas não chegou a um acordo para estender o vínculo até o fim da temporada.

No Campeonato Paulista, o camisa 29 marcou seis gols - inclusive, um cima da Ponte - em nove participações.