Esportes Agora artilheiro, Luciano diz que perda do título pelo São Paulo foi inadmissível

Agora artilheiro, Luciano diz que perda do título pelo São Paulo foi inadmissível

As já remotas chances de título do Campeonato Brasileiro do São Paulo chegaram ao fim nesta sexta-feira, com o empate por 1 a 1 com o Palmeiras, no Morumbi, a duas rodadas do fim. Um cenário classificado como "inadmissível" pelo atacante Luciano, autor do gol do time no clássico, que lembrou a grande vantagem na liderança desperdiçada e até evitou celebrar mais enfaticamente o fato de ter se tornado um dos artilheiros do torneio.

"Marquei mais um gol, fico feliz, mas triste pelo resultado. É difícil explicar o que aconteceu, é inadmissível. A gente tinha 7 pontos de vantagem e hoje já não temos chance. Temos de pedir desculpas e buscar o G4, que passou a ser o nosso objetivo", afirmou.

Luciano marcou o gol do São Paulo diante do Palmeiras, ao converter pênalti, mas Rony, nos acréscimos, igualou o placar do clássico, e frustrou as esperanças do time, que até ascendeu ao terceiro lugar, com 63 pontos, mas não possui mais chances de ser campeão nacional.

O gol, ao menos, foi importante para os objetivos pessoais de Luciano. O atacante chegou aos 17 e agora divide a artilharia do Brasileirão com três jogadores: Thiago Galhardo (Internacional), Claudinho (Bragantino) e Marinho (Santos).

Já sem chances de títulos, o São Paulo tentará se manter nas rodadas finais no G4 - está à frente do Atlético-MG, com 62, e do Fluminense, com 60. O time vai visitar o Botafogo, segunda-feira, no Engenhão, e receberá o Flamengo, quinta-feira, no Maracanã, em seus compromissos finais no Brasileirão. Para o primeiro deles, o time não terá Daniel Alves, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Hernanes e Vitor Bueno são os candidatos a substituí-lo.

Últimas