Esportes Adiar Roland Garros é uma possibilidade, diz ministra do Esporte da França

Adiar Roland Garros é uma possibilidade, diz ministra do Esporte da França

TENIS-ROLANDGARROS-ADIAMENTO:Adiar Roland Garros é uma possibilidade, diz ministra do Esporte da França

Reuters - Esportes

PARIS (Reuters) - A ministra dos Esportes da França, Roxana Maracineanu, disse que é possível que o Aberto da França seja adiado pelo segundo ano seguido devido à crise de Covid-19.

A França entrou em um terceiro lockdown restritivo em todo o país neste sábado para conter a propagação do coronavírus, embora os esportes profissionais tenham sido poupados.

Uma exceção é a prova de ciclismo de Paris-Roubaix, que foi adiada -- inicialmente, a corrida aconteceria no dia 11 de abril.

O Aberto da França em Roland Garros, que no ano passado foi adiado por quatro meses e aconteceu diante de um público limitado, está previsto para começar este ano no dia 23 de maio.

"Estamos discutindo com eles (a Federação Francesa de Tênis, que organiza o evento) para ver se devemos mudar a data para coincidir com uma possível retomada de todos os esportes e grandes eventos", disse Maracineanu à rádio France Info, na noite do sábado.

"Hoje, embora o esporte de alto nível tenha sido preservado, tentamos limitar os riscos de aglomeração e de propagação do vírus dentro do esporte profissional."

O presidente francês, Emmanuel Macron, disse na quarta-feira que espera reabrir o país em meados de maio.

O diretor-geral da Federação Francesa de Tênis, Gilles Moreton, disse no início desta semana que não consegue imaginar o torneio do Grand Slam sendo cancelado.

Últimas