Esportes Zagueiro Laporte se naturaliza espanhol e deve ser convocado para a Eurocopa

Zagueiro Laporte se naturaliza espanhol e deve ser convocado para a Eurocopa

Aymeric Laporte, zagueiro do Manchester City, defendeu a França nas categorias de base, mas agora passará a atuar por outra seleção, a da Espanha. Fora dos planos do técnico Didier Deschamps na atual campeã do mundo, o defensor teve sua naturalização aprovada pelo Conselho de Ministros no país vizinho e deve ser convocado para a Eurocopa. Como tem ascendência do País Basco, ele pode jogar pela Espanha.

A convocação de Laporte pela Espanha só é possível por conta de uma mudança nas regras da Fifa. A entidade agora permite que jogadores que tenham disputado menos de cinco partidas profissionais pela seleção de um país até os 21 anos possa entrar em campo por outra, esta sim de forma definitiva. A última vez que o defensor entrou em campo pela França foi em 2014, pela seleção sub-21.

Desde então, Laporte ficou fora do grupo que venceu a Copa do Mundo de 2018, na Rússia - ocasião em que não escondeu a frustração por não ser convocado em entrevistas. Ele chegou a ser chamado para jogos das Eliminatórias para o torneio, mas não saiu do banco. O mesmo ocorreu em 2019, em jogos das Eliminatórias para a Eurocopa. Como não jogou, essas partidas não entram nas estatísticas da Fifa.

O processo de naturalização já havia sido iniciado em agosto de 2016, pelo então técnico da seleção espanhola, Julen Lopetegui. Agora que está concluído, tanto o jogador quanto o técnico Luis Enrique esperam que Laporte forme boa dupla para a Eurocopa deste ano com Sergio Ramos.

Outras opções para o setor na Espanha são Pau Torres, do Villarreal, zagueiro jovem e bastante promissor, Iñigo Martínez, do Athletic Bilbao, e Eric Garcia, companheiro de Laporte no City e que raramente joga. O próprio Sergio Ramos conviveu com lesões ao longo da atual temporada do Real Madrid.

Laporte foi formado no Athletic Bilbao, clube que contrata apenas jogadores do País Basco ou que tenham ascendência de lá. Posteriormente, foi vendido ao Manchester City, onde já foi campeão inglês três vezes. Na atual temporada, tem sido reserva, mas atua constantemente por conta das muitas lesões no setor.

Últimas