Esportes Wimbledon prevê contar com capacidade reduzida de público neste ano

Wimbledon prevê contar com capacidade reduzida de público neste ano

Após cancelar sua edição 2020, o Torneio de Wimbledon prevê contar com torcedores em suas arquibancadas neste ano. Nesta quinta-feira, a organização do Grand Slam inglês informou que é certa a presença de público na competição, marcada para começar em 28 de junho, mas deixou em aberto a quantidade de torcedores que será permitida.

"Neste momento, o mais provável para o campeonato deste ano, como um evento disputado ao ar livre, é ter um reduzido número de espectadores dentro do complexo", afirmou a direção do torneio, em comunicado. Em sua última edição, em 2019, a tradicional competição de tênis recebeu pouco mais de 500 mil torcedores ao longo de duas semanas.

Apesar das especulações recentes sobre a possibilidade de contar com 25% de sua capacidade total, a direção de Wimbledon evitou apontar um número. E explicou que a postura cautelosa tem relação com as mudanças constantes que a pandemia vêm causando no planejamento de grandes eventos.

"Estamos assumindo cada degrau da forma mais flexível possível para garantir que estejamos prontos para reagir em caso de mudanças nas circunstâncias, o que pode gerar um aumento ou uma queda na capacidade de público", explicou o torneio britânico. O anúncio segue as determinações do governo britânico, que planeja a reabertura gradual do país diante da queda do número de casos de covid-19 nas últimas semanas.

No mesmo comunicado, Wimbledon informou que vai dar preferência aos torcedores que comprarem ingressos para a edição 2020, cancelada em razão da pandemia. Assim, neste ano não haverá a tradicional fila para comprar entradas, que costuma aglomerar pessoas até mesmo com barracas, virando a noite.

Como já havia indicado anteriormente, o torneio vai mesmo exigir dos tenistas que ficam em hotéis predeterminados no centro de Londres, numa espécie de "bolha". Ou seja, não haverá permissão para aluguéis de casa nos arredores do torneio, no subúrbio da capital.

Últimas