Willian se coloca à disposição de Luxemburgo para atuar como centroavante

O atacante Willian se colocou à disposição de Vanderlei Luxemburgo para atuar na posição em que o técnico desejar, apesar de reforçar que não é um centroavante de origem. Nesta temporada, o jogador tem entrado no decorrer das partidas nesta função e, por enquanto, está com um bom rendimento.

"Já joguei das duas formas, até já tive essa conversa com o professor. Óbvio que não sou centroavante de origem, o Luiz Adriano tem essa característica, que além de ter facilidade para proteger a bola, com mais corpo, altura, tem qualidade para jogar, é inteligente. Quando ele entender que é importante em algum momento, estou sempre preparado, sempre pensando em dar bons resultados", afirmou o atacante.

Willian marcou dois gols em quatro jogos, sendo um sobre o New York City, pela Florida Cup, e outro diante do Ituano, na partida de estreia do Campeonato Paulista. "Esse início está sendo bem especial. Quero focar primeiro neste início, que já está sendo bem positivo, e manter essa regularidade", explicou o jogador, que, diferentemente das últimas temporadas, não quis traçar uma meta para o ano.

"Todo início de ano, gosto de criar algumas anotações e traçar isso (objetivos). Este ano, estou fazendo de uma forma diferente. Quero viver o momento. Óbvio que estou me preparando mais, aproveitando toda a estrutura que temos, para me prevenir de lesão, criando longevidade de carreira", disse o atacante.

O jogador destacou ainda que Luxemburgo é um treinador que costuma motivar o elenco, procurando incentivar uma disputa por posição. Willian já teve oportunidade de trabalhar com o técnico no Cruzeiro, em 2015. "Fico muito feliz, porque ninguém tem cadeira cativa no clube. Temos de mostrar todo dia, nos treinos e jogos. Ele é um treinador que quer saber daqui para frente, não do que ficou. Sempre respeitando sua história, mas querendo que todo mundo mostre o tempo todo", afirmou Willian.

"Não tenha dúvida de que da minha parte, estarei sempre me dedicando para fazer meu melhor. Sei da minha importância, como ele enfatizou. Que eu possa fazer meu melhor sempre", continuou. "O Vanderlei está bem servido, tem jogadores de características diferentes e qualidade. É uma disputa sadia", completou.

Willian disse ainda que Luxemburgo está um pouco mais tranquilo do que nos tempos de Cruzeiro, mas que continua cobrando os jogadores como tem de ser feito. "Ele tem uma coisa diferente, que é resgatar algo bem profundo do atleta. Isso é importante. É claro que ninguém está acomodado. Ele é um cara vencedor, mas, por tantos jogos no ano, algum atleta, o time, pode dar uma acomodada e precisa de um chacoalhão."