Esportes Voo do Bayern para o Catar atrasa 7 horas e jogadores passam a madrugada no avião

Voo do Bayern para o Catar atrasa 7 horas e jogadores passam a madrugada no avião

O voo do Bayern de Munique de Berlim a Doha, no Catar, onde vai disputar o Mundial de Clubes, atrasou mais de sete horas e obrigou os jogadores a passarem a madrugada no avião antes da decolagem, que só aconteceu na manhã deste sábado, no horário local. Ainda foi preciso fazer uma escala em Munique para trocar a tripulação.

O embarque estava programado às 23h15 (horário local), mas atrasou até 23h59. Como o tempo para a decolagem é de um minuto e meio e o aeroporto de Berlim não permite que a saída seja feita entre meia-noite e 7 horas, a aeronave precisaria de uma autorização especial do governo local para decolar. No entanto, essa liberação não foi concedida e a delegação passou a madrugada no avião até poder seguir viagem.

Além disso, foi preciso fazer uma escala em Munique para trocar a tripulação por causa da noite de sono. De lá, a aeronave enfim decolou em direção a Doha às 9h15 (horário local).

O desgaste extra pode prejudicar o atual campeão europeu, que entrou em campo na sexta-feira para o último compromisso antes do Mundial e venceu o Hertha Berlin por 1 a 0, sob forte nevasca, pela abertura da 20ª rodada do Campeonato Alemão, do qual é líder, com 48 pontos.

A delegação viajou para a disputa do Mundial de Clubes sem os meio-campistas Leon Goretzka e Javi Martínez, ambos em recuperação de covid-19. Eles cumprem as medidas de isolamento social. Inscritos na competição, podem até viajar ao Catar para reforçarem a equipe na final ou no duelo pelo terceiro lugar, caso testem negativo para o coronavírus em um novo exame.

A estreia do Bayern no torneio da Fifa será na próxima segunda-feira, às 15 horas (de Brasília), diante do Al Ahly, pelas semifinais. O vencedor do confronto vai duelar na decisão, na quinta, contra Palmeiras ou Tigres, que se enfrentam neste domingo.

Últimas