Volta da França pode ter que limitar espectadores nos primeiros dias

SAUDE-CORONAVIRUS-VOLTADAFRANCA:Volta da França pode ter que limitar espectadores nos primeiros dias

PARIS (Reuters) - A Volta da França pode ter que limitar os espectadores durante os primeiros dias da prova de ciclismo para obedecer a uma proibição de grandes eventos com mais de 5 mil pessoas antes de setembro, disse o Ministério dos Esportes francês.

O primeiro-ministro, Édouard Philippe, disse nesta terça-feira que grandes eventos esportivos e culturais que envolvam mais de 5 mil participantes não poderão ser realizados até setembro ao anunciar planos para uma suspensão gradual do isolamento do coronavírus a partir de 11 de abril.

Philippe não mencionou especificamente a Volta da França, que foi adiada de sua data inicial para o período de 29 de agosto a 20 de setembro.

"É cedo demais para dizer (como isso impactará a Volta), mas por ora isto não implica um adiamento nem um cancelamento, mas não descarta arranjos, sobretudo em termos do número de espectadores", disse a porta-voz do Ministério dos Esportes.

A Volta é o maior evento de rua do calendário de ciclismo e de longe a corrida mais lucrativa do esporte. Originalmente ela aconteceria entre 27 de junho e 19 de julho.

Tal programação foi frustrada pela pandemia de Covid-19, que até segunda-feira havia matado 23.293 na França.

O surto de coronavírus levou o presidente francês, Emmanuel Macron, a impor um isolamento rigoroso que inclui a proibição de aglomerações.

No início deste mês, a União Internacional de Ciclismo (UCI) adiou a Volta em dois meses.

(Por Geert De Clercq e Christian Lowe)