Esportes Verstappen comemora dura vitória em Austin: 'Emocionante e com pressão até o fim'

Verstappen comemora dura vitória em Austin: 'Emocionante e com pressão até o fim'

A calma de Max Verstappen para falar sobre a vitória no GP dos Estados Unidos, em Austin, no fim da corrida, contrastou com o sentimento que o holandês viveu durante as 56 voltas no circuito americano. Feliz pela vitória, o piloto da Red Bull revelou que sofreu muito ao longo da prova.

"Foi emocionante. Durante toda a corrida, a pressão estava forte", afirmou. "Sem saber o quão rápido Lewis iria ficar na prova, fomos muito agressivos nas trocas de pneus, sempre indo mais cedo aos boxes", afirmou, revelando a tática que deu certo.

Verstappen segurou Lewis Hamilton e cruzou com apenas 1s3 de vantagem no fim e acabou admitindo que ter o carro de Schumacher na sua frente - reclamou pelo rádio que o rival não dava passagem - acabou o ajudando a abrir a asa e a evitar aproximação maior do inglês da Mercedes.

"Eu tinha a Haas (de Schumacher) na minha frente e, indo para o último setor, estava me dificultando. Com pneus gastos não é fácil terminar uma prova. Felizmente, de certa forma, ele ficou na minha frente e me deu DRS, então tudo o que eu perdi (de tempo), estabilizou um pouco por causa daquele DRS", festejou.

O holandês não escondeu o desgaste e o sofrimento com o calor. "A última parte da corrida foi muito longa. Com esse calor, principalmente. Mas conseguimos aguentar no final apenas o suficiente com os pneus para empurrar as duas voltas finais."

E reconheceu ter sido uma vitória da persistência e com muito sofrimento. "Não foi fácil porque os pneus estavam acabados, mas foi incrível ganhar aqui," festejou. Ele desencantou nos EUA e abriu 12 pontos de vantagem na liderança.

Últimas