Esportes Uniformizada entra no CT do São Paulo para 'conversar' com elenco e diretoria

Uniformizada entra no CT do São Paulo para 'conversar' com elenco e diretoria

Integrantes da Independente, principal torcida organizada do São Paulo, estiveram no começo desta tarde dentro do Centro de Treinamento da Barra Funda para "conversar" com os líderes do elenco e com a diretoria por causa da má campanha no Brasileirão e o risco de rebaixamento.

Com treino marcado para 16 horas, nem todos os jogadores estavam no local. Mas uma comissão foi convocada às pressas para ouvir a reivindicação dos aproximadamente 20 torcedores e muitos anteciparam a chegada ao local. Além do técnico Rogério Ceni e do coordenador de futebol, Muricy Ramalho, a Independente teria "intimado" o goleiro Tiago Volpi, o lateral-esquerdo Reinaldo, o zagueiro Miranda e o atacante Luciano a estarem presentes. Mas haviam outros jogadores no CT, como o uruguaio Gabriel Neves.

O papo durou quase 90 minutos e os torcedores deixaram o local sem se pronunciarem. Nem nas páginas oficiais da torcida revelaram como foi a "reunião". O presidente da Independente, Baby, um dos presentes, não quis falar. Vale lembrar que a uniformizada sempre foi contra a chegada de Rogério Ceni e está rompida com o ídolo por declarações de amor ao Flamengo. Alguns dirigentes também participaram do encontro.

Esta não é a primeira vez que o São Paulo abre o portões para reunião com a torcida. Em 2019, foram "recepcionados" por Raí e alguns jogadores mais experientes, casos de Hernanes, Nenê, Arboleda e Diego Souza. Também foram duas vezes na campanha ruim do Brasileirão de 2017.

O São Paulo está com dois pontos a mais que o Juventude, primeiro na zona de rebaixamento, e tem o clássico com o Palmeiras pela frente nesta quarta-feira, fora de casa, onde ainda não venceu sob a direção de Rogério Ceni. Os torcedores querem reação e mais empenho no campo para evitar um inédito e vexatório rebaixamento.

Últimas