Esportes Torcedores de Liverpool e Real sem ingressos lotam espaços destinados em Paris

Torcedores de Liverpool e Real sem ingressos lotam espaços destinados em Paris

Há pouco menos de duas horas do pontapé inicial da final da Liga dos Campeões, no Stade de France, o clima em Paris é de expectativa e apreensão. A cerca de 14 quilômetros do estádio, na Fanzone destinada aos torcedores do Liverpool, no Cours de Vincennes, a festa é barulhenta, ao som de "One Kiss Is All It Takes", de Dua Lipa, com muita cerveja e confiança. Estima-se que 70 mil ingleses vieram para curtir jogo ou a atmosfera da decisão, mas nem todos com ingresso na mão. Cerca de 20 mil entradas foram destinadas aos ingleses. Por ora, não há registro de confusão.

Animação e gente também não faltam na Fanzone do Real Madrid, que foi montada a poucos metros do Stade de France. Tem capacidade para cerca de 4 mil pessoas e está tão lotada, que a polícia não está mais permitindo o acesso de torcedores. Os organizadores fazem anúncios em som em espanhol e francês pedindo para que ninguém tente forçar a entrada, para evitar empurra-empurra e gente machucada.

Entre cantos de apoio ao clube espanhol, chama a atenção a fúria com que os madrilistas reagiram à não contratação de Killian Mbapé pelo Real Madrid. Era para ir, mas não foi. Nos vagões do metrô, na Fanzone do Real Madrid e em grupos rumo ao estádio, um traço comum são as músicas em que o craque francês é ofendido. Alguns também usam camisetas em que o nome do jogador do PSG aparece ao lado de um dedo indicador, gesto considerado bastante ofensivo na Espanha e em muitos países. Mbappé deixou para os minutos finais sua decisão de permanecer no PSG, ao lado de Messi e Neymar. O atacante era esperado no Santiago Bernabéu.

Os franceses já começaram a montagem do palco para a apresentação do show antes do jogo, uma tradição nas finais da Liga dos Campeões. Quem se apresentará, este ano, será a cantora americana, de origem cubana, Camila Cabello. Por ora, tudo parece de acordo com a festa que o futebol deve sempre oferecer aos seus amantes. A polícia francesa está mais preocupada com a reação após a partida, quando haverá um ganhador e um perdedor. É com os perdedores que o policiamento de Paris está de olho, mais com os ingleses do que com os espanhóis, apesar da bronca com Mbappé.

Últimas