Esportes Tóquio apaga chama olímpica e encerra os Jogos da pandemia

Tóquio apaga chama olímpica e encerra os Jogos da pandemia

OLIMP-ENCERRAMENTO:Tóquio apaga chama olímpica e encerra os Jogos da pandemia

Reuters - Esportes

Por David Dolan e Mari Saito e Chang-Ran Kim

TÓQUIO (Reuters) - Tóquio apagou a chama olímpica em uma cerimônia neste domingo que ecoou as restrições de uma Olimpíada sem espectadores, definida pela pandemia, por impressionantes disputas e profundas questões pessoais.

Momentos depois de a chama ter sido apagada no Estádio Olímpico, fogos de artifício coloridos iluminaram o céu noturno, onde atletas já se direcionavam para a saída.

Em Tóquio, os atletas tiveram um breve dose da vida cotidiana de Tóquio neste domingo, quando a cerimônia de encerramento foi transformada em um parque com grama, artistas de rua e praticantes de BMX, em uma despedida após semanas sob o regime de uma Olimpíada em pandemia.

Artistas dançaram, pularam e jogaram futebol, acenando para os atletas, que se reuniram na grama. Os organizadores disseram que o cenário foi concebido para que eles pudessem ter a "experiência de Tóquio", um aceno comovente ao fato de muitos terem passado os Jogos dentro de seus quartos ou locais de disputa.

Foi um encerramento oportunamente singular para uma Olimpíada que foi afetada pela pandemia e depois transformada pelo drama da política, das disputas esportivas e de dramas pessoais. Os Jogos de Tóquio tinham originalmente o objetivo de mostrar a recuperação do Japão de devastadores terremoto, tsunami e crise nuclear de 2011.

Depois de terem sido adiados por um ano, organizadores disseram que os Jogos serviriam de símbolo do triunfo mundial sobre a pandemia. Realizados sem espectadores e em meio ao ressurgimento de variantes da Covid-19, os Jogos ficaram aquém do triunfo e dos ganhos financeiros que o Japão inicialmente queria.

Em vez disso, o país sede ficou com uma conta de 15 bilhões de dólares, o dobro do que esperava inicialmente, e sem o boom do turismo para compensar.

Em Paris, milhares de torcedores com a bandeira da França lotaram um local preparado perto da Torre Eiffel, com a capital francesa se preparando para receber o bastão olímpico de Tóquio.

A França promete uma Olimpíada em 2024 "para o povo" depois dos impactos da pandemia. Entretanto, em um sinal de que esses dias ainda estão longe, a entrada do público nesse local destinado aos fãs só foi permitido com a apresentação de um certificado de vacinação ou teste negativo para a Covid-19.

Nas disputas esportivas, os Estados Unidos terminaram no topo da tabela de medalhas, com 39 ouros, um a mais do que a rival China com 38. O Japão terminou com 27.

Últimas