Esportes Tite exalta desempenho na altitude e vê equipe se consolidando para a Copa

Tite exalta desempenho na altitude e vê equipe se consolidando para a Copa

A goleada por 4 a 0 sobre a Bolívia na altitude de La Paz, e com uma equipe bastante diferente em relação àquela que vencera o Chile pelo mesmo placar na semana passada, deixou a comissão técnica da seleção confiante para a reta final de preparação para a Copa do Mundo do Catar, no fim do ano. Após a partida, o técnico Tite e seus auxiliares enalteceram a manutenção do padrão de jogo do Brasil, o que reforça o desejo sempre manifestado pelo treinador de consolidar a equipe.

"É muito difícil ter o desempenho que nós tivemos diante da qualidade da Bolívia e jogando aqui na altitude", afirmou Tite. "(Vejo) consolidação, crescimento, manutenção, crescimento. Uma equipe que mudou suas formações iniciais - hoje foram sete substituições - e manteve o padrão. Isso é significativo."

O treinador buscou analisar a equipe dentro do contexto da partida, sem se ater a desempenhos individuais, tenham sido eles bons ou ruins. "Se a gente pegar só partes e recortes do jogo nós vamos ser injustos, eu vou ser injusto enquanto técnico. Existem diversos e diferentes jogos no transcurso do próprio jogo. Houve uma atuação linear de primeiro e segundo tempo", considerou Tite.

O comentário foi feito após o técnico ser questionado sobre as substituições que fez no segundo tempo. "Elas serviram para a manutenção do equilíbrio. Em termos de desenho tático nós jogamos num 4-4-2 quase sempre, mesmo que em funções diferentes. Às vezes o externo é flutuador - o Coutinho hoje. O centroavante ataca espaços. No outro jogo foram dois centrais com dois flechas pelo lado."

Para o auxiliar Cleber Xavier, a atuação da noite dessa terça-feira mostrou que a linha de trabalho que vem sendo desenvolvida na seleção é correta. "Estamos muito felizes com essa atuação aqui na altitude, com uma equipe mudada, uma equipe jovem", disse Cleber. "A gente precisa fazer essa manutenção, fortalecer o grupo, manter essa caminhada. Temos jogos amistosos em junho, temos jogos amistosos em setembro, para que a gente possa, quando fizer a escolha dos 23 ou 26, ter um grupo muito qualificado como estamos tendo agora. Esses resultados, da forma como foram conquistados, nos trazem confiança, trazem confiança ao grupo."

Últimas