Esportes Thiago Monteiro cai no ranking da ATP e Brasil fica sem tenistas no Top 100

Thiago Monteiro cai no ranking da ATP e Brasil fica sem tenistas no Top 100

Eliminado na primeira rodada do ATP 250 de Córdoba, na Argentina, onde defendia quartas de final obtida em 2021, o brasileiro Thiago Monteiro perdeu 12 colocações na atualização do ranking da ATP divulgado nesta segunda-feira e saiu do Top 100 nesta semana. Ele era o único representante nacional entre os 100 melhores do mundo e agora esta no 104.º lugar. Mas segue como o melhor do Brasil.

Um pouco abaixo aparece o paranaense Thiago Wild, que manteve a 131.ª colocação, mas em duas semanas terá a árdua missão de defender os 250 pontos conquistados com o título do ATP de Santiago, no Chile, em 2020, que atualmente é quase metade de toda a sua pontuação.

O número 3 do Brasil é o paulista Felipe Meligeni Alves, sobrinho do ex-jogador Fernando Meligeni, que melhorou três posições e agora é o 226.º do mundo. Ainda afastado das quadras, o mineiro João Menezes segue perdendo terreno e nesta semana caiu mais seis lugares, descendo para o 260.º posto.

Na parte de cima do ranking, o casaque Alexander Bublik, campeão do ATP 250 de Montpellier, na França, batendo o alemão Alexander Zverev na final, ganhou quatro colocações com a conquista, alcançou o 31.º lugar e passou a ameaçar o suíço Roger Federer, que está logo à frente, em 30º, com apenas 27 pontos de vantagem (1.665 contra 1.638).

Após sair do Top 20 pela primeira vez desde abril de 2001, encerrando a maior sequência da história entre os 20 melhores do mundo, Federer está prestes a deixar o Top 30 pela primeira vez desde 23 de outubro de 2000, quando era o 34.º melhor do mundo.

Logo abaixo de Bublik, quem também subiu bastante foi o espanhol Albert Ramos Viñolas, campeão em Córdoba, que ganhou 12 colocações com o título e agora é o 32.º do mundo. Outro vencedor do fim de semana, o português João Sousa, voltou ao Top 100 com a conquista do ATP 250 de Pune, na Índia, e teve a maior disparada entre os atuais 100 primeiros, ganhando 51 lugares para alcançar o 86.º posto.

A liderança segue com o sérvio Novak Djokovic, seguido pelo russo Daniil Medvedev, por Zverev, pelo grego Stefanos Tsitsipas e pelo espanhol Rafael Nadal.

Confira o ranking da ATP:

1.º - Novak Djokovic (SER) - 10.875 pontos

2.º - Daniil Medvedev (RUS) - 9.635

3.º - Alexander Zverev (ALE) - 7.865

4.º - Stefanos Tsitsipas (GRE) - 7.145

5.º - Rafael Nadal (ESP) - 6.875

6.º - Matteo Berrettini (ITA) - 5.018

7.º - Andrey Rublev (RUS) - 4.565

8.º - Casper Ruud (NOR) - 4.065

9.º - Felix Auger-Aliassime (CAN) - 3.818

10.º - Jannik Sinner (ITA) - 3.495

11.º - Hubert Hurkacz (POL) - 3.308

12.º - Denis Shapovalov (CAN) - 2.930

13.º - Cameron Norrie (GBR) - 2.865

14.º - Aslan Karatsev (RUS) - 2.633

15.º - Diego Schwartzman (ARG) - 2.550

16.º - Pablo Carreño Busta (ESP) - 2.435

17.º - Roberto Bautista Agut (ESP) - 2.380

18.º - Gael Monfils (FRA) - 2.313

19.º - Taylor Fritz (EUA) - 2.310

20.º - Cristian Garin (CHI) - 2.193

104.º - Thiago Monteiro (BRA) - 680

131.º - Thiago Wild (BRA) - 547

226.º - Felipe Meligeni Alves (BRA) - 278

Últimas