Esportes Tenistas do Aberto da Austrália começam a deixar quarentena por Covid-19

Tenistas do Aberto da Austrália começam a deixar quarentena por Covid-19

SAUDE-CORONA-TENIS-AUTRAL-FIMQUARENTENA:Tenistas do Aberto da Austrália começam a deixar quarentena por Covid-19

Reuters - Esportes

Por Ian Ransom

MELBOURNE (Reuters) - Os jogadores do Aberto da Austrália receberam sinal verde para começar a sair da quarentena da Covid-19 nesta quinta-feira, após passarem duas semanas confinados a um centro de biossegurança.

O primeiro grupo entre os 960 tenistas, treinadores e dirigentes isolados em três hotéis de Melbourne teve permissão para sair a partir das 18h (4h em Brasília), com o restante previsto para sair no domingo, disseram autoridades de saúde do Estado de Vitória.

Jogadores isolados no Estado Austrália Meridional, incluindo Novak Djokovic e Serena Williams, também seriam liberados antes de um torneio exibição em Adelaide na sexta-feira.

Os atletas têm liberdade para circular pelas cidades e regiões vizinhas, desde que respeitem as restrições de distanciamento social local.

Ao contrário dos Estados Unidos e dos países europeus, que estão com dificuldades para conter o vírus, a Austrália não teve um caso de transmissão comunitária por 11 dias consecutivos e os moradores recuperaram a maior parte de suas liberdades pré-Covid.

O Estado de Vitória disse não ter registrado nenhuma nova infecção por Covid-19 entre o grupo do Aberto da Austrália na quinta-feira. Restaram cinco casos ativos, que precisarão ficar mais tempo em quarentena, dependendo de quando o teste deu positivo.

O Aberto da Austrália será disputado de 8 a 21 de fevereiro.

Últimas