Esportes Técnico interino defende Volpi e vê São Paulo na briga pelo título do Brasileirão

Técnico interino defende Volpi e vê São Paulo na briga pelo título do Brasileirão

Técnico interino do São Paulo, Marcos Vizolli saiu em defesa do goleiro Tiago Volpi após o empate com o Ceará por 1 a 1, na noite de quarta-feira, no Morumbi. Além de exaltar o currículo do jogador, ele disse ter proibido conversas no vestiário ao fim da partida, de forma a evitar qualquer constrangimento ao goleiro.

Volpi cometeu erro feio nos acréscimos da partida ao sair com a bola nos pés na entrada da área. Ele perdeu a bola para Léo Chú, que abriu o placar aos 47 minutos do segundo tempo. A falha só não saiu mais cara porque Luciano empatou aos 51, nos instantes finais do confronto que impediu o São Paulo de se aproximar ainda mais do líder Internacional.

"Quando nós chegamos ao vestiário, eu proibi qualquer conversa. Disse para eles que o melhor momento agora é o silêncio. Amanhã (quinta-feira) teremos tempo para dialogar", afirmou o interino, referindo-se à reapresentação do time.

"Não podemos esquecer que o Volpi já fez muitos milagres pelo São Paulo. É que no momento em que estamos, qualquer situação nos deixa em baixa. Nesse Brasileiro ele fez grandes defesas, já pegou quase cinco pênaltis", afirmou.

Vizolli elogiou a postura do goleiro logo após o erro. "As pessoas olham o ato (erro). Depois desse ato tinha um jogador caído, o Volpi foi lá e levantou. Essas coisas o torcedor precisa saber. O ato que ele teve de levantar o jogador que não teve participação nenhuma na jogada fez com que a gente crescesse de novo. Não dá para jogar a culpa para um atleta que é exemplo dentro do clube."

O interino ressaltou que Volpi não repetirá o erro, ainda que tenha protagonizado lance parecido no primeiro tempo, em que então saiu bem do gol com os pés. "Sem dúvida ele ficou triste, com certeza não vai fazer mais isso. Temos um treinador experiente de goleiros, que é o Marquinhos, que vai saber trabalhar com ele", declarou.

Apesar do tropeço em casa, o São Paulo reduziu a diferença para o Inter, que perdeu em casa na mesma noite. A distância, porém, é de sete pontos ainda, faltando ao time paulista mais quatro partidas até o fim do Brasileirão.

Vizolli destacou que o time segue na briga pelo título. "Não estamos preocupados em classificar para a Libertadores, ainda estamos num momento de buscar o título. Para qualquer pessoa é impossível, mas para quem trabalha no esporte, quem está no dia a dia, quem quer reverter uma situação de vida, você tem que passar por obstáculos. Jogos difíceis, mas importantes."

Ele ainda minimizou o jejum de vitórias do São Paulo neste ano. "A vitória vai chegar, pode ter certeza disso."

Últimas