Esportes Técnico do Barcelona sugere estreia de Agüero como titular

Técnico do Barcelona sugere estreia de Agüero como titular

FUTEBOL-BAR-A-AGUERO:Técnico do Barcelona sugere estreia de Agüero como titular

Reuters - Esportes

BARCELONA (Reuters) - O técnico do Barcelona, Ronald Koeman, sugeriu que o atacante Sergio Agüero pode fazer a sua estreia no jogo em casa do próximo domingo pelo Campeonato Espanhol contra o Valencia.

O argentino chegou ao Barça do campeão inglês Manchester City ao fim do seu contrato em julho, mas ainda não disputou um jogo oficial devido a uma lesão na panturrilha.

Agüero jogou - e marcou - em um amistoso a portas fechadas durante a pausa para jogos de seleção, e Koeman disse que ele concorre a uma vaga para domingo.

“Ele melhorou bastante ultimamente, jogando 20 a 25 minutos no amistoso de quarta-feira. Ele está indo bem”, disse Koeman.

“Ele não está em ritmo de jogo ou físico, mas isso virá com tempo de jogo. Ele está na luta para ser selecionado, ele pode contribuir muito com o time.”

"O importante é que melhore sua forma física e ele fará isso jogando.”

A visita do antigo clube de Koeman marcará o começo de uma semana importante para o técnico e para o time, com o duelo contra o Dínamo Kiev no Camp Nou na quarta-feira antes do arquirrival Real Madrid chegar a cidade no próximo domingo.

Ansu Fati também está na briga para fazer seu primeiro jogo como titular desde que machucou o joelho no último mês de novembro, e Koeman afirmou que a decisão final será tomada no domingo.

“Ele está melhorando todos os dias, mas ele ficou afastado por muito tempo e não dá para voltar em apenas duas semanas”, disse Koeman. “Sobre Ansu, precisamos pensar que há três jogos esta semana e ele não pode jogar os três. Precisamos decidir o que é melhor para o time.”

O Barça estará sem o zagueiro Ronald Araújo, o meia Pedri e o atacante Martin Braithwaite para o jogo de domingo, que será a primeira vez que o clube pode jogar diante da capacidade máxima do estádio desde antes do começo da pandemia de Covid-19 em março de 2020.

Últimas