Esportes Técnico da Argentina prevê bom jogo na decisão contra o Brasil: 'Para desfrutar'

Técnico da Argentina prevê bom jogo na decisão contra o Brasil: 'Para desfrutar'

Pela terceira vez na história, Brasil e Argentina farão a decisão da Copa América. Para se qualificar à final deste sábado, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, contra a seleção brasileira, que passou pelo Peru na segunda-feira, os argentinos eliminaram a Colômbia na disputa por pênaltis após empate por 1 a 1 no tempo normal, na noite de terça, em Brasília. O técnico Lionel Scaloni projetou que a partida será "para o torcedor desfrutar".

"Vamos jogar uma final com o nosso eterno rival, o nosso rival de toda a vida. Espero que as pessoas gostem, que será um bom jogo. Obviamente, queremos ganhar, mas acho que é um jogo para desfrutar", afirmou o treinador, em entrevista coletiva no estádio Mané Garrincha.

Scaloni disse que quer um tempo para festejar a classificação à final. "É hora de comemorar, de curtir. Pensar no jogo de amanhã? Não sei se é o melhor momento para a equipe, mas demora muito para chegar aqui. O tempo gasto por todas as pessoas que nos acompanham e um grupo de jogadores. Minha voz falha quando falo. São quase 60 dias concentrados e continuo a seguir em frente. Estamos muito bem".

O técnico falou, também, sobre a declaração de Neymar em relação à expectativa de entrar em campo contra a Argentina. "Eles dizem isso porque eles têm muita amizade, o Neymar com o Messi e os outros jogadores. Sei que eles dizem isso com sinceridade. Eles sempre falam bem de nós", prosseguiu.

Scaloni destacou os esforços da seleção argentina até a conquista da vaga na final. "O time da Argentina deve ser sempre competitivo, deve sempre buscar a vitória. Todos jogam contra a Argentina de uma forma diferente do que jogam os demais jogos. É muito difícil. Nós não valorizamos a competição em si, mas cada jogo que jogamos com essa camiseta. Muito trabalho, muito tempo de todos que estão no nosso grupo. Estamos concentrados há 60 dias e continuamos nos esforçando", completou.

Últimas