Esportes Stock Car descarta início da temporada antes de julho e cogita provas sem público

Stock Car descarta início da temporada antes de julho e cogita provas sem público

A temporada da Stock Car não começará antes de julho. Nesta quarta-feira, a Vicar, a organizadora da principal categoria do automobilismo nacional, comunicou que não trabalha mais com a possibilidade de realizar provas no primeiro semestre de 2020 e cogita fazer corridas sem a presença de público.

"A Stock Car também vive a expectativa de poder voltar às suas atividades. Levando em conta o cenário atual, não faremos isso antes de julho. Estamos nos planejando para esta hipótese, mas cientes que tudo dependerá das decisões das autoridades", anunciou a Vicar.

Anteriormente, a Stock havia adiado as duas primeiras etapas do campeonato, a Corrida de Duplas, em Goiânia, em 29 de março, e a prova do Velopark, em 12 de abril. Agora, porém, também não vão ser realizadas nas datas originais as corridas de Londrina (17 de maio), Interlagos (31 de maio) e Velo Città (28 de junho).

Assim, caso seja possível iniciar o campeonato no segundo semestre, julho tinha uma prova prevista para o dia 19, em Santa Cruz do Sul. No entanto, ajustes serão feitos no calendário, pois a Vicar tem o desejo de que a temporada 2020 da Stock Car tenha as 12 etapas previstas inicialmente.

"Quando voltarmos, seguiremos o melhor protocolo médico de segurança para a saúde dos envolvidos. Se necessário for, faremos alguns eventos com portões fechados e com rigorosas medidas de proteção aos pilotos e membros das equipes", afirmaram os organizadores.

Além disso, podem ser realizadas mais de uma etapa por fim de semana. "Buscaremos seguir o calendário e realizar as doze etapas do campeonato, mesmo que seja necessário eventualmente realizar duas etapas no mesmo final de semana, uma no sábado e outra no domingo. Além das transmissões pela televisão, estamos preparando uma completa cobertura dos bastidores pelos canais digitais", acrescentou a Vicar.

Últimas