Esportes Sem Marinho, Santos inicia 1ª 'decisão' com Holan na estreia na Libertadores

Sem Marinho, Santos inicia 1ª 'decisão' com Holan na estreia na Libertadores

Menos de 40 dias após perder a final da Copa Libertadores, o Santos inicia nesta terça-feira nova participação na competição em um contexto bem diferente ao da decisão do fim de janeiro no Maracanã. Afinal, estará sob novo comando, com o elenco enfraquecido e sem a sua principal estrela quando entrar em campo para enfrentar o Deportivo Lara, às 19h15, na Vila Belmiro, no jogo de ida da segunda fase preliminar.

O confronto será apenas o segundo do técnico Ariel Holan à frente do Santos. E já tem caráter decisivo para o treinador argentino. Afinal, além de passar pelo clube venezuelano, o time precisará eliminar o vencedor da série entre Universidad de Chile e San Lorenzo para atingir a fase de grupos.

Essa longa caminhada é necessária porque o Santos foi apenas o oitavo colocado no Brasileirão, o que o forçou a iniciar a sua campanha pelas etapas preliminares. E com um elenco que sofreu perdas na comparação com o vice-campeão da Libertadores de 2020, pois, além da saída de Cuca, negociou Diego Pituca e Lucas Veríssimo, que se transferiram para Kashima Antlers e Benfica, respectivamente.

Para este confronto, o atacante Marinho, principal responsável por conduzir o Santos à final da última Libertadores, será desfalque, pois ainda precisa recuperar o condicionamento físico após ficar afastado por ter contraído o coronavírus. E puxa a fila de desfalques do time, que também não pode contar com nomes importantes, como Pará, com covid-19, e Kaio Jorge, lesionado, além de Laércio e Madson.

A dura derrota por 4 a 0 para o São Paulo, sábado, na estreia de Holan, com todos os gols saindo no segundo tempo, também levantaram dúvidas sobre o Santos para a estreia na Libertadores. "No futebol, em seguida, você tem outras oportunidades. Terça-feira é uma partida distinta. Teremos o campo para jogar como pretendemos e fazer um bom jogo na Libertadores", disse Holan, esperançoso

Campeão chileno com a Universidad Católica, o treinador pode fazer alterações no sistema defensivo, com John e Luiz Felipe sob risco de perder as vagas no sistema defensivo para João Paulo e Kaiky, respectivamente. E pode até dar uma chance a Ângelo no setor ofensivo.

Mas o condicionamento físico poderá ser ainda mais determinante para Holan definir a escalação. "Vamos fazer uma avaliação completa. Mais do que o desempenho individual, vamos fazer alterações porque serão poucas horas de descanso e jogamos na água. Teve um custo físico, e na terça jogarão os que estiverem melhor", disse.

Assim, desfalcado e ainda em formação, o Santos deve apostar em um venezuelano - Soteldo - para liderar o seu setor ofensivo diante de um time do seu país. O Deportivo Lara passou por mudanças no seu elenco, agora cheio de opções das suas categorias de base.

O time vai iniciar a sua temporada com a estreia na Libertadores, competição para a qual se classificou ao ser o terceiro colocado no último Campeonato Venezuelano, que só iniciará a sua próxima edição em 2021. E o técnico Martín Brignani, que assumiu o comando da equipe em janeiro, sabe que o Deportivo Lara precisa de um bom resultado na Vila Belmiro, ainda mais porque não poderá atuar em casa no jogo de volta, na próxima semana, pois o duelo foi transferido pela Conmebol de Cabudaré para Caracas.

Últimas