Esportes Santos mantém contrato de Robinho suspenso e aguarda decisão da 3ª instância

Santos mantém contrato de Robinho suspenso e aguarda decisão da 3ª instância

A condenação de Robinho em segunda instância pela Justiça italiana por estupro coletivo de uma jovem albanesa em janeiro de 2013 não alterou a situação contratual do atacante com o Santos. Nesta quinta-feira, o clube comunicou, através da assessoria de imprensa, que vai aguardar o julgamento do jogador em terceira instância. Enquanto isso, o seu vínculo permanece suspenso.

Robinho chegou a ser anunciado como reforço pelo Santos em outubro. Porém, o acordo foi contestado por patrocinadores, com ameaça de rompimento de contratos, e torcedores em função da condenação em primeira instância na Justiça da Itália. Assim, pressionada, a diretoria do clube optou por suspender o contrato de Robinho naquele momento. "O contrato do atleta segue suspenso e o clube aguarda a terceira instância da Justiça italiana", afirmou o clube nesta quinta-feira.

A nova condenação de Robinho não alterou a postura do Santos, que optou por não rescindir o contrato com o jogador. Em outubro, quando assinou com o atacante, o clube comunicou que o acordo seria válido por cinco meses, até o fim do Campeonato Brasileiro, com a opção de renovação por 1 ano e 7 meses.

Nesta quinta, a segunda instância da Justiça da Itália manteve a condenação de Robinho a nove anos de prisão, confirmando a decisão tomada em primeira instância. Ele e seu amigo Ricardo Falco, que responde ao mesmo processo, devem recorrer da decisão. Se isso acontecer, o caso será encaminhado à terceira instância, representando a última chance de absolvição. Enquanto aguardam a decisão final, que pode levar mais três anos, os réus seguem em liberdade.

Últimas