Esportes 'Sabia quem eles queriam', diz Becky Hammon sobre cargo no Portland Trail Blazers

'Sabia quem eles queriam', diz Becky Hammon sobre cargo no Portland Trail Blazers

Destaque como assistente técnica do San Antonio Spurs há anos, Becky Hammon foi uma das finalistas na disputa por um cargo de treinadora no Portland Trail Blazers, mas não foi contratada. No último dia 27, a franquia do Oregon anunciou o ex-jogador Chauncey Billups como o escolhido para substituir Terry Stotts. Até então sem se pronunciar sobre, Hammon quebrou o silêncio e não mostrou "surpresa" com a decisão.

"Eu sabia que estava em segundo lugar. Eu sabia quem eles queriam", disse em entrevista a TV americana CNBC. "Estou bem com isso porque em todas as corridas que participei em toda a minha vida, estive atrás e estou bem com isso. E é assim que é, mas, ao mesmo tempo, eu não ignoro o que estou enfrentando", ressaltou.

Além de Billups, o ex-armador Jason Kidd, que era assistente técnico do Los Angeles Lakers, também estava na disputa, mas foi contratado pelo Dallas Mavericks.

O machismo é um tema discutido com mais frequência na NBA há anos e Hammon é uma das responsáveis por uma mudança de pensamento. Ela é a primeira mulher a treinar uma equipe em um jogo de NBA. No entanto, quando se trata de assumir um cargo a história é outra.

"Não estou brava. Este é o negócio e é um negócio muito competitivo. Mas, no final do dia, se você quiser me contratar, encontrará um motivo para me contratar. Se não quiser me contratar, você também encontrará esse motivo. E é exatamente isso", disse.

Tanto o técnico dos Spurs, Gregg Popovich, quanto o diretor Neil Olshey reconhecem o trabalho de Hammon. Apesar disso, por hora, ela deve seguir como assistente da franquia até que surja uma oportunidade de treinar uma franquia da NBA.

Últimas