Esportes Rogério Ceni projeta ações do Flamengo e encerra preparação do São Paulo

Rogério Ceni projeta ações do Flamengo e encerra preparação do São Paulo

O técnico Rogério Ceni liderou na manhã deste sábado o último treinamento do São Paulo antes da partida contra o Flamengo, marcada para as 16 horas deste domingo, no Morumbi, pela 32ª rodada do Brasileirão. Conhecedor da maior parte do elenco do time carioca, comandado por ele até julho deste ano, o treinador fez uma atividade para simular as situações que podem ser criadas pelos flamenguistas na partida.

Demitido do Flamengo durante a madrugada do dia 10 de julho, Ceni ficou sem trabalhar até ser contratado pelo clube paulista em outubro, após a demissão de Hernán Crespo. Já sob o comando de Renato Gaúcho, os cariocas se reforçaram com Andreas Pereira, David Luiz e Kenedy, atletas com os quais o atual técnico são-paulino não trabalhou.

Enquanto Rogério Ceni simulava as ações do rival deste final de semana para preparar seus jogadores, outros dois ídolos do São Paulo circulavam pelo campo de treinamento no CT da Barra Funda: o ex-meia Kaká, que está estagiando no clube enquanto estuda para se tornar dirigente, e o ex-treinador Muricy Ramalho, atual coordenador de futebol.

Dentro de campo, outro ídolo, o zagueiro Miranda, treinava sob o comando de Ceni, que montou o time que deve começar jogando contra o Flamengo. De volta após cumprir suspensão no empate por 1 a 1 com o Fortaleza na rodada passada, Rigoni deve voltar ao time titular.

Já lateral-esquerdo Welington e os meio-campistas Rodrigo Nestor e Gabriel Sara estão suspensos por acúmulo de cartões amarelos. O volante Luan, que fez atividades individuais no gramado com a fisioterapia, segue se recuperando de lesão muscular, enquanto o zagueiro Arboleda continua a serviço da seleção equatoriana nas Eliminatórias.

Com 38 pontos, ainda brigando na parte de baixo da tabela, o São Paulo deve ir a campo com Tiago Volpi; Bruno Alves, Miranda e Léo; Igor Vinicius (Orejuela), Liziero, Igor Gomes, Martín Benítez e Reinaldo; Rigoni e Calleri (Luciano).

Últimas