Esportes Robinho é o único na ativa entre titulares da seleção que bateu Argentina em 2005

Robinho é o único na ativa entre titulares da seleção que bateu Argentina em 2005

Há 15 anos, Brasil e Argentina realizaram a final da Copa das Confederações de 2005, que foi disputada na Alemanha e serviu de teste para a Copa do Mundo de 2006. Sob o comando do técnico Carlos Alberto Parreira, a equipe brasileira aplicou uma de suas maiores goleadas (4 a 1) contra seu principal adversário, a Argentina, e conquistou a sua segunda taça da competição.

De lá para cá, ambas as seleções sofreram inúmeras mudanças, assim como os jogadores que fizeram parte daquele jogo, que entrou para a história do já extinto torneio - a Fifa anunciou, em 2019, que não realizará mais a competição. A maioria dos jogadores que disputaram a decisão, em Frankfurt, estão aposentados.

Do lado brasileiro, apenas com Robinho está em atividade - joga na Turquia -, enquanto que três dos 11 titulares argentinos ainda atuam dentro das quatro linhas. O Estado destaca o que cada um dos participantes daquela final tem feito no momento e, apesar das aposentadorias, a maioria vive do futebol.

SELEÇÃO BRASILEIRA

Dida (aposentado - 46 anos): treinador de goleiros da equipe sub-17 do Milan;

Cicinho (aposentado - 39 anos): anunciou aposentadoria em março de 2018, após defender o Brasiliense;

Lúcio (aposentado - 41 anos): anunciou aposentadoria em janeiro de 2020, após defender o Brasiliense;

Roque Júnior (aposentado - 43 anos): diretor de futebol da Ferroviária-SP;

Gilberto Silva (aposentado - 43 anos): consultor de futebol (Uefa MIP) e diretor de futebol do Painathinaikos-GRE;

Emerson (aposentado - 44 anos): membro do conselho administrativo do Miami Dade FC;

Zé Roberto (aposentado - 45 anos): embaixador do Palmeiras, onde realiza ações de marketing e ações sociais, além de representar o clube em eventos;

Kaká (aposentado - 37 anos): estuda para se tornar dirigente esportivo;

Ronaldinho Gaúcho (aposentado - 40 anos): embaixador do turismo no Brasil e cumpre prisão domiciliar no Paraguai por portar e utilizar passaporte e documento de identidade falsos;

Robinho (em atividade - 36 anos): atua pelo Istanbul Basaksehir, da Turquia;

Adriano (aposentado - 38 anos): diretor de vendas da Adidas Brasil.

SELEÇÃO ARGENTINA

Germán Lux (em atividade - 37 anos): atua pelo River Plate, da Argentina;

Javier Zanetti (aposentado - 46 anos): vice-presidente da Inter de Milão;

Fabricio Coloccini (em atividade - 38 anos): atua pelo San Lorenzo, da Argentina;

Gabriel Heinze (aposentado - 41 anos): treinador do Vélez Sarsfield, da Argentina;

Diego Placente (aposentado - 42 anos): foi convidado, em 2019, para colaborar com o programa Fifa Football For Schools;

Esteban Cambiasso (aposentado - 39 anos): integra a comissão técnica da seleção da Colômbia;

Juan Román Riquelme (aposentado - 41 anos): vice-presidente do Boca Juniors, da Argentina;

Lucas Bernardi (aposentado - 42 anos): último cargo foi de treinador do Godoy Cruz, da Argentina;

Juan Pablo Sorín (aposentado - 43 anos): comentarista esportivo e dono da Elis Produtora Ltda, criadora do Resenha ESPN;

César Delgado (em atividade - 38 anos): atua pelo Rosario Central, da Argentina;

Luciano Figueroa (aposentado - 38 anos): treinador do Johor DT, dos Estados Unidos.

Últimas