Esportes Renato Rezende fica em 7º e não se classifica às finais do BMX na Olimpíada

Renato Rezende fica em 7º e não se classifica às finais do BMX na Olimpíada

Renato Rezende está fora das finais do ciclismo BMX na Olimpíada de Tóquio. O brasileiro ficou na sétima colocação da sua bateria na semifinal disputada na manhã desta sexta-feira no Japão (madrugada do Brasil pelo horário de Brasília). Apenas os quatro melhores colocados de cada semifinal avançam.

Rezende conseguiu emplacar um bom ritmo no início da prova, chegando a ficar em terceiro, mas não conseguiu manter a velocidade e perdeu posições. O brasileiro concluiu a primeira parte da prova na quinta colocação. O líder foi o holandês Niek Kimmann.

Durante a segunda bateria, Rezende caiu na pista ao se chocar com o suíço David Graf logo na primeira curva. Sem conseguir se recuperar, o ciclista terminou na sétima colocação, posição que acabou repetindo na terceira e última prova do dia, o que encerrou suas chances de ir para as finais.

Em Tóquio, Renato Rezende buscava sua primeira medalha olímpica. Antes, o ciclista foi bronze nos Jogos Sul-Americanos de Medellín-2010, campeão mundial Elite Cruiser (2010), Ouro BMX e Prata Trial nos Jogos Sul-Americanos de Santiago-2014 e bicampeão pan-americano (2014 e 2015).

A queda de Rezende encerrou as chances de medalha para o Brasil na modalidade. Na quinta-feira, pelo horário local, a tetracampeã brasileira Priscilla Carnaval terminou todas as corridas de sua bateria na sexta colocação e também não avançou para a disputa das semifinais.

ACIDENTE - Durante a disputa masculina desta sexta-feira, o americano Connor Field sofreu uma grave queda na última bateria da semifinal que disputava. O ciclista foi arrastado pela pista após três competidores se chocarem e saiu do local de competição de maca.

Ainda não há informações sobre o estado de saúde de Connor, que apesar do acidente, avançou para a final, mas não a disputou. Ele era o atual campeão olímpico, ao vencer no Rio-2016. O triunfo em Tóquio foi do holandês Niek Kimmann.

Últimas