Esportes Recuperada da covid-19, Bia Haddad Maia vence a 1ª no quali do WTA 1000 de Doha

Recuperada da covid-19, Bia Haddad Maia vence a 1ª no quali do WTA 1000 de Doha

Recuperada da covid-19, que a deixou de fora da disputa do WTA 500 de Dubai (Emirados Árabes Unidos) na última semana, a tenista brasileira Beatriz Haddad Maia estreou com vitória, nesta sexta-feira, no qualifying para o WTA 1000 de Doha, no Catar. A atual número 1 do País e 73.ª do mundo venceu a russa Kamilla Rakhimova, 80.ª colocada do ranking, por 2 sets a 0 - com parciais de 6/1 e 6/3, após 1 hora e 22 minutos de jogo.

Para entrar na chave principal do torneio, que tem premiação total de US$ 2,2 milhões (R$) e é disputado no piso duro, Bia Haddad precisa de apenas mais uma vitória. A brasileira enfrenta neste sábado a eslovaca Kristina Kucova, 77.ª do ranking, em confronto inédito no circuito profissional. A adversária é conhecida por um estilo de jogo pouco comum, executando tanto o forehand quanto o backhand com as duas mãos.

A vitória na estreia do qualifying de Doha valeu 20 pontos no ranking da WTA que será atualizado no próximo dia 28, quando o torneio no Catar termina. Se Bia Haddad vencer Kucova, ganhará mais 30 pontos e receberá a premiação do que fizer na chave principal.

Em quadra, a brasileira conseguiu três aces e não enfrentou break points em seus serviços. Quando colocou o primeiro saque, cedeu apenas seis pontos. No primeiro set, pressionou bastante a rival russa, com três quebras, e só perdeu quatro pontos no saque. Já na segunda parcial, criou mais dois break points e aproveitou um deles para fechar o jogo.

Últimas