Raniel revela despedida de Cueva antes de ida ao México: 'Quer jogar'

O Santos já disputou quatro jogos na temporada 2020, mas o principal assunto no clube nesta semana é a indefinição sobre o futuro de alguns jogadores. O tema foi a principal pauta da entrevista coletiva do centroavante Raniel neste quinta-feira, no CT Rei Pelé. E o atacante explicou que o meia peruano Cueva se despediu do elenco antes de abandonar os treinos no clube, se apresentando ao Pachuca, do México.

"Ele quer jogar, e, pelo que ele nos contou, o Santos não contaria mais com ele. Temos de entender os dois lados. O Santos não conta com o atleta, e ele quer jogar. Vida que segue para os dois lados. Ele disse que precisava ir, precisava jogar. Um jogador como ele ficar parado é um desperdício, até pelo potencial dele", afirmou Raniel.

Cueva deixou o clube da Vila Belmiro em litígio. Ele tem contrato com o Santos até dezembro de 2022, mas decidiu sair do time alegando atrasos nos salários, o que justificaria a rescisão unilateral. Embora uma transferência não tenha sido anunciada, vídeo da TV oficial do Pachuca mostra o jogador treinando normalmente, até com bola, com os demais atletas do elenco.

O meia peruano chegou ao Santos no ano passado vindo do Krasnodar, da Rússia. O primeiro contrato era por empréstimo. Mas, na sequência, o clube brasileiro adquiriu o atleta em definitivo. O jogador, contudo, não correspondeu às expectativas dentro de campo e até chegou a ser afastado por ter se envolvido numa briga em casa noturna. Desde então, o clube vem tentando negociar o jogador. A meta era tentar se aproximar do valor de R$ 26 milhões, que foi o quanto o Santos investiu no reforço.

Cueva disputou apenas 16 jogos pelo clube, sem marcar nenhum gol. Raniel avaliou que a situação estava ruim para o Santos e o meia peruano. "Acho que é uma situação chata, tanto para o clube, quanto para o jogador. O jogador quer jogar. Se o clube acha que não conta com o jogador, fica uma coisa chata. Espero que ele encontre um lugar que se dê bem. Sempre brincou com a gente. Todo mundo gosta dele, por isso desejamos uma vida muito feliz", concluiu.